Projeto da Lagoa pode sofrer mudan?as e anel interno ceder espa?o para ?nibus, na Capital

27
0
COMPARTILHE

A segunda etapa das obras de revitalização no Parque Solon de Lucena, no Centro da Capital, deve ter início em março deste ano e o anel interno da Lagoa pode deixar de ser exclusivo para pedestres, como prevê o projeto inicial, e ceder espaço para a circulação de ônibus rápidos (BRT), de acordo com a assessoria da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa (Sedurb).

Leia também:

* ‘Metrô sobre rodas’ promete revolucionar mobilidade em JP; vídeo mostra projeto final

*Anel interno será fechado ainda este semestre e Lagoa terá pedalinhos

A assessoria da Sedurb não deu detalhes sobre as mudanças nos projetos no Centro de João Pessoa, principalmente sobre o BRT, reforçando apenas que as possíveis alterações no projeto inicial não são definitivas e orientou que o Portal Correio entrasse em contato com a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob). Por sua vez, a Semob informou que a Secretaria de Planejamento (Seplan) é que tem a responsabilidade de prestar as informações sobre as possíveis mudanças no projeto.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A Seplan informou que reuniões sobre as obras da Lagoa estão sendo realizadas em conjunto com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e também com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphaep) para buscar resolver detalhes sobre o o projeto no local.

Ainda de acordo com a Seplan, são avaliadas sugestões dos órgãos, mas ainda não há mais detalhes sobre como os BRTs deverão circular no entorno da Lagoa, no anel interno ou externo. A secretaria informou ainda que o órgão estuda a possibilidade de apresentar o projeto com as alterações nesta semana.

De acordo com o Governo da Paraíba na página oficial do Estado, a revitalização do Parque Solon de Lucena inclui a parte urbanística (anel interno da Lagoa) e a mobilidade urbana viabilizada pela implantação dos BRTs (no anel externo). Dentro do parque será feita a reestruturação dos espaços de lazer, esporte e cultura. A proposta é disponibilizar para a sociedade áreas como praças de jogos e convivência, além de ciclovias e pistas para cooper e caminhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas