Promotora diz que morte de Rebeca pode ter rela??o com tr?fico de drogas

27
COMPARTILHE

A promotora de Justiça do 1º Tribunal do Júri da Capital, Artemise Leal, disse nesta sexta-feira (17), que o crime que culminou na morte da estudante Rebeca Cristina, 15 anos, em 2011, pode ter relação com o tráfico de drogas. A declaração foi dada durante o Cidade Alerta Paraíba, da TV Correio HD.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Apesar de ser cautelosa com as afirmações, a promotora chegou a divulgar com exclusividade, em primeira mão, ao Correio Debate da 98 FM, que o padrasto da adolescente é suspeito de ser o mandante intelectual do crime.

Segundo a promotora, será necessário reunir mais provas e continuar desenvolvendo mais investigações para que não haja subjetividades no caso.

Ouça o que ela disse ao jornalista Hyldo Pereira, no Cidade Alerta Paraíba.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas