Protesto por falta de ?gua fecha BR na PB; refor?o no abastecimento deve chegar at? outubro

4
0
COMPARTILHE

Os municípios de Sousa, no Sertão paraibano, a 433 km de João Pessoa, e Piancó, também no Sertão, a 398 km da Capital, que estão sem água, devem receber um reforço hídrico até outubro com a instalação de adutora e a abertura de comporta de açude para melhorar o abastecimento. Há protestos no interior por conta da falta de água e um trecho da BR-361 está fechado desde a manhã desta terça-feira (18).

Leia mais Notícias no Portal Correio

Em Sousa, a crise hídrica se estabeleceu a partir da queda constante do volume no açude de São Gonçalo, que é o responsável pelo abastecimento da região, mas que está com apenas 7,1% da capacidade total de armazenamento, que é de 44,6 milhões de metros cúbicos (m³).

Segundo o diretor presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba, João Fernandes, a instalação de uma adutora, que vai captar água do Canal da Redenção, vai aliviar parte dos problemas enfrentados pela população.

“Tanto Aesa, como a Cagepa [Companhia de Água e Esgotos da Paraíba] estão trabalhando para que nos 40 dias, no máximo 60 dias, possamos entregar a nova adutora que vai trazer água do Canal da Redenção para reforçar o abastecimento em Sousa. Conversamos e fomos autorizados pela ANA [Agência Nacional das Águas] para utilizar a água e é o que vamos fazer”, afirmou João Fernandes.

Em Piancó, que enfrenta problemas sérios de abastecimento, a solução vai ser a liberação de água da barragem de Jenipapeiro, no município de Olho D’Água, para que o rio Piancó volte a ter água e amenize a situação. Desde a manhã desta terça-feira (18) que o km 78, da BR-361, em Piancó, está fechado com cerca de 1 km congestionamento. Os manifestantes protestam por conta dos problemas no abastecimento de água.

“É um outro esforço em conjunto. Vamos limpar o leito do rio Piancó, liberar água de Jenipapeiro para que o rio volte a ter água e possa amenizar a situação de crise. Foi a saída técnica que encontramos e estamos com equipes no local para realizar a operação”, concluiu João Fernandes.

Atualmente, a barragem de Jenipapeiro está com 21,7% dos cerca de 70,7 milhões de metros cúbicos de água que pode armazenar. Confira a última medição de água nos 124 açudes e barragens monitorados pela Aesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas