PSB repudia ato de vereador que prop?s t?tulo de cidad?o de Sap? a Bolsonaro

5
0
COMPARTILHE

A Executiva do PSB da Paraíba, através de nota, repudiou o ato do vereador de Sapé Wilson Nascimento (PSB), por ter proposto a concessão do título de cidadão sapeense ao deputado federal do Rio de Janeiro Jair Bolsonaro.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

No dia 11 de junho, a Câmara Municipal de Sapé, no Brejo paraibano, a 42 quilômetros de João Pessoa, aprovou por 10 votos a favor e apenas um contra, o título para o polêmico deputado. A propositura foi feita pelos vereadores socialistas Wilson Nascimento e Pedro Ramos.

Na nota, o PSB apresentou “veemente protesto ao ato do Vereador do PSB na cidade de Sapé-PB, Wilson Nascimento, de propor a concessão de título de cidadão sapeense a um dos mais ardorosos defensores das práticas truculentas levadas à cabo pelo regime militar em nosso país e hoje”.

Ainda na nota, o PSB classifica o deputado Jair Bolsonaro “como um dos representantes da extrema-direita no congresso nacional, se destacando pela nefasta defesa de práticas conservadoras e eivadas de preconceitos contra as minorias e grupos sociais organizados em nossa sociedade”.

A aprovação do título também gerou o repudio da Associação Nacional de História Secção Paraíba. Segundo nota da ANPUH-PB, a decisão dos parlamentares “afronta à memória e à história de cidadãos paraibanos e brasileiros, como os integrantes das Ligas Camponesas, dentre elas a de Sapé, que tombaram pela repressão empreendida pela conivência do Estado ou pelo próprio Estado, principalmente a que se abateu em todo o país a partir do golpe militar de 1º de abril de 1964, celebrado publicamente, e sem quaisquer pudores, pelo referido deputado”.

A associação pediu que os vereadores revejam a decisão e afirmou que caso o título não seja retirado “os vereadores de Sapé passam a ser cúmplices das apologias à morte, à tortura, à misoginia, à homofobia e ao estupro manifestadas pela voz de um parlamentar que, como de hábito fazem todos os fascistas, vale-se da tolerância democrática para exercer a intolerância e minar a própria democracia”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas