Queima de fogueiras tem restri??es e MP quer que elas sejam coletivas em Campina

12
COMPARTILHE

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) reforçou a divulgação e intensificou a fiscalização sobre as regras para queimada de fogueiras em Campina Grande durante os festejos juninos. A queima de fogueiras em ruas com pavimentação asfáltica, que estejam a 200 metros de estabelecimentos públicos, privados ou coletivos vão ser proibidas.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o MPPB, com base no Código Municipal de Defesa do Meio Ambiente, a queima das fogueiras também não vai poder ocorrer no entorno das árvores.

De acordo com o oficial de promotoria, Fábio Lucena, a população deve se conscientizar dos problemas ambientais que as fogueiras podem causar e a recomendação é de que se faça uma fogueira coletiva.

“Que a população faça uma fogueira coletiva, porque acaba tornando a tradição uma espécie de confraternização ao invés de montarem várias fogueiras apenas uma é o suficiente e isso conscientiza a população em torno das questões ambientais”, disse Fábio Lucena.

Ainda segundo o MPPB, nenhuma apreensão de comercialização ilegal de madeiras foi realizada até a tarde desta quinta-feira (18), mas nos dias 23, 24 e 27, 28 deste mês, que são os períodos de queima das fogueiras, ações vão ser realizadas para promover a fiscalização e autuação de possíveis desrespeitos contra a lei.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas