Raimundo Lira nega pretensão de disputar governo e quer reeleição para o Senado

30
0
COMPARTILHE

O senador Raimundo Lira (PMDB) negou que tenha pretensões de disputar o governo do estado nas eleições de 2018. O peemedebista declarou que sua intenção é tentar a reeleição para o Senado Federal. As declarações de Lira foram dadas durante entrevista concedida ao programa Correio Debate, da 98 FM, nesta quinta-feira (5).


Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“Meu desejo é continuar senador, pleiteando a reeleição, para que possamos ajudar a concluir a obra de duplicação da BR -230, do trecho de Campina Grande a Cajazeiras, que durará em torno de sete anos. Sou um senador estradeiro, foi no meu período como senador que recuperei uma série de estradas na Paraíba. É uma obra federal, por isso tenho que estar lá, junto ao Ministério do Transporte”, argumentou o senador.

Segundo o Correio Online, O parlamentar lembrou que, em dezembro, a licitação para a duplicação do trecho Campina Grande – Farinha, dando início ao projeto que chegará até a cidade de Cajazeiras, foi aprovada e que, por esse motivo, deseja manter-se no cargo que ocupa atualmente.

Raimundo Lira não quis revelar se é ele o nome preferido do governador Ricardo Coutinho para disputar o cargo majoritário em 2018. “Quem vai definir o seu sucessor é ele [Ricardo]. O mais importante é definir essa questão dentro do PMDB, que tem algumas opções para o cargo, como o senador Maranhão, o deputado Veneziano, entre outros. E o meu também, claro. Por isso não posso ser preciso, o que pretendo é continuar senador”, reafirmou.


De saída do PMDB?

Lira também respondeu ao chamamento de Cássio Cunha Lima (PSDB), que na semana passada disse que ele deveria estar mais junto ao grupo da oposição. Ele negou que pense em deixar o PMDB por estar na ala de Ricardo Coutinho e foi categórico.

“Não tenho a menor vontade de sair do PMDB, sou muito prestigiado no partido no cenário nacional. O senador Zé Maranhão, juntamente com Manoel Júnior que foi o candidato a vice de Cartaxo, apoiaram a chapa do PSD, portanto não infringiram qualquer norma partidária tendo em vista que o PSD faz parte da base aliada do governo Temer”, falou o senador.

Lira não vê problemas em apoiar o socialista enquanto Maranhão apoia Cartaxo. “Eu apoio o governador Ricardo Coutinho, pois ele pertence ao PSB, que também pertence à base do governo Temer, e mais, nas últimas eleições foi o PMDB que apoiou o governador no segundo turno, sendo determinante na reeleição do governador. Portanto, continuo como estivemos. Cada um tem as suas posições, mas estamos sempre pensando o melhor para a Paraíba e seus municípios”, declarou.


Forte candidato a liderança do PMDB no Senado

Nome importante dentro de seu partido no cenário nacional, Raimundo Lira vem sendo ventilado como possível líder do PMDB no Senado Federal e ele admitiu essa possibilidade.

“Essa função, que é o cargo de liderança e que é muito importante, tem alguns pretendentes, como Eduardo Braga do Amazonas e Renan Calheiros. Recebi indicação de alguns colegas do PMDB, por isso estou no jogo, mas é uma disputa muito difícil. O que está em minha cabeça no momento é dispor de tempo nestes dois anos, para ir à Paraíba, ao interior, portanto gostaria de estar livre para andar o máximo que puder”, contou o senador.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas