Raniery defende relação institucional de Temer com governo Ricardo Coutinho

12
0
COMPARTILHE

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) defendeu uma relaão institucional entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o presidente da República em exercício, Michel Temer (PMDB). Raniery lembrou que como deputado da bancada de oposição na Assembleia Legislativa sempre procurou ter uma relação desse tipo com o governo do estado, embora suas reivindicações não fossem atendidas. Veja vídeo abaixo.

Leia mais sobre Política no Portal Correio

Raniery argumentou que Temer ainda está há poucos dias no governo e que determinadas situações precisam ser ajustadas, como os pedidos de empréstimos da Paraíba. Segundo ele, não haverá retaliação do governo federal em relação à Paraíba, onde o governador vem defendendo o retorno da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

O deputado do PMDB defendeu que todos que tiverem nomes envolvidos na operação ‘Lava Jato’ sejam afastados. “Eu acho que não deveriam estar ocupando nenhum ministério nesse momento. Equanto Dilma chamava os envolvidos para mudar o foro e protegê-los, o presidente Michel negocia a saída desses nomes”, disse.

Na avaliação de Raniery, a credibilidade da classe política está cada vez pior em todo os partidos e diz que sem reforma política não há como sair dessa situação. “Poucos têm interesse numa reforma política. Essa é a mãe de todas as reformas. Quem fará essas outras reformas serão pessoas comprometidas realmente com a sociedade”, argumentou.

Para ele, o país precisa nesse momento de unidade. “Eu vejo um ponto de equilíbro se todos se derem as mãos. Não é momento de fazer dicotomia entre patrão e empregado. Um depende de outro. Temos que se estancar essa sangria”, comentou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas