Raphael Funchal e Gitana Pimentel s?o atra??es do Sabadinho Bom

3
0
COMPARTILHE

O pianista mineiro Raphael Funchal e a cantora Gitana Pimentel são as atrações do Sabadinho Bom deste dia 15. As apresentações começam às 11h30 e vão até as 16h, na Praça Rio Branco, no Centro de João Pessoa.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

Raphael Funchal 

Sempre preocupado em lançar luz sobre a contribuição de algum imortal da música, desta vez Funchal elegeu Clara Nunes, na voz da sua convidada de palco Eliza Leão. Do ‘Sabiá’, Eliza cantará ‘Menino Deus’ (Mauro Duarte/Paulo César Pinheiro), ‘Juízo Final’ (Nelson Cavaquinho/ Elcio Soares), ‘Ê Baiana’ (Fabrício da Silva/Baianinho/Enio Santos Ribeiro/Miguel Pancracio) e ‘Feira de Mangaio’ (Sivuca).

Defensor da música brasileira, foi em meio às rodas de chorinho que Funchal decidiu abraçar o gênero. Já tocou ao lado dos ídolos de infância: Maurício Carrilho, Luciana Rabello, Nailor “Proveta” Azevedo, Toninho Carrasqueira, Maestro Spok, entre outros. 

Gitana Pimentel

Aposta da nova geração de cantores que estão abrindo caminho entre a bossa, MPB e samba, a cantora Gitana Pimentel brilha em mais uma edição do Sabadinho Bom.

A versátil intérprete de Patos, indicada já a prêmio nacional por um canal fechado de televisão, vai dar a outra face investindo num repertório raiz, com as participações de Débora Malacar e Polyana Resende e a percussão do Clube do Samba de Mesa. “Desde dezembro, quando me apresentei aqui pela última vez, fiquei saudosa. O público pode esperar muita animação e repertório apurado”, promete.

Nesta terceira passagem pelo Sabadinho, Gitana vai puxar uma roda de samba no meio da praça. “Vou explorar o meu outro lado e cantar sucessos de Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal”, diz. ‘O amor não mete medo’, single lançado em 2014, também está na programação.

A cantora procurou valorizar em seu trabalho inaugural obras de compositores paraibanos (como Alquimides Daera, Ajalmar Maia, Robson Bass e Andrey Hluchan) e potiguares (a exemplo de André da Mata e André Victor Leite), num trabalho que transita entre o jazz e o samba-raiz. Desde 2011, Gitana excursiona por diversos festivais na promoção do álbum. Ela foi indicada em 2013 ao Prêmio Multishow na categoria Nova Canção, com a música ‘Pra cima de mim’ e gravou um CD.

Atualmente, trabalha na produção do seu novo disco, com faixas inéditas de grandes compositores da música brasileira como Almir Guineto, Adalto Magalha, Adilson Gavião e Mário Sérgio, e está prestes a lançar o terceiro single, ‘Se alguém souber de mim’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas