Real Madrid vence Kashima e fica com título do Mundial de Clubes

7
0
COMPARTILHE

O Real Madrid é o campeão do Mundial de Clubes 2016. Na manhã deste domingo (18), o clube espanhol encarou o Kashima Antlers na decisão e não teve vida fácil diante dos japoneses, precisando da prorrogação para vencer o duelo e ficar com a taça. Depois de um empate por 2 a 2 no tempo regulamentar, o Real mostrou a sua força nos 30 minutos seguintes, marcando duas vezes e vencendo por 4 a 2.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

O grande nome da decisão foi o português Cristiano Ronaldo. Apesar de não ter feito uma partida notável, o camisa 7 mostrou poder de decisão ao marcar três vezes, sendo duas delas na prorrogação.

Quem também teve caráter decisivo na final foi o árbitro Janny Sikazwe, de Zâmbia. Ainda no tempo regulamentar, próximo do fim do jogo, o zagueiro Sérgio Ramos matou um contra-ataque do Kashima e pela regra teria que receber cartão amarelo, que seria o segundo e acabaria na expulsão do defensor. Sikazwe chegou a levar a mão ao bolso e quando viu que seria o segundo, voltou atrás na decisão, marcando apenas a falta. O lance poderia mudar o cenário da partida na prorrogação.

O jogo foi muito mais difícil do que qualquer torcedor do Real Madrid pensava, ainda mais depois do começo do time merengue. Logo aos 8 minutos, Benzema aproveitou falha do goleiro Sogahata para tirar o zero do marcador. Após o gol, o Real fez o que era esperado e apenas administrou o resultado. O problema foi que no fim do primeiro tempo o Kashima chegou ao empate. Shibasaki contou com a falha de Varane para chutar forte e vencer Keylor Navas.

O início do segundo tempo chegou a ser ainda mais surpreendente. Em um forte chute de fora da área, Shibasaki voltou a marcar, colocando o Kashima Antlers na frente do marcador. O gol acordou o time do Real Madrid, que voltou a jogar a partida com mais seriedade. Minutos depois, Lucas Vazquez sofreu pênalti, que foi convertido com perfeição por Cristiano Ronaldo, dando números finais à partida. Fim de jogo e 2 a 2 no placar.

Na prorrogação, Cristiano Ronaldo mostrou porque é um dos melhores jogadores do mundo atualmente. O português exibiu seu poder de decisão ao marcar duas vezes e garantir o título madrilenho, o quinto do Real Madrid, entrando para a história como maior campeão do torneio.

Além da grande apresentação do Kashima, o clube também fez história por atingir a melhor posição de um clube japonês nos mundiais e também por ser o primeiro time sem ser da Europa ou América do Sul a marcar em uma decisão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas