Reforma do Trauma de JP ? entregue nesta sexta; obras custaram R$ 6 milh?es

4
0
COMPARTILHE

O governador Ricardo Coutinho entrega, nesta sexta-feira (14), às 9h30, a reforma, ampliação e modernização do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A solenidade marca os 14 anos da unidade de saúde e os 430 anos da Capital paraibana. O complexo hospitalar vai ganhar, entre outros equipamentos, 31 novos leitos. Estão sendo investidos cerca de R$ 6 milhões na realização da obra, sendo R$ 2 milhões voltados para os serviços e aproximadamente R$ 4 milhões na compra de equipamentos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O Bloco Cirúrgico foi ampliado e passou a contar com a Unidade de Recuperação Pós-Anéstesica (URPA), possibilitando o dobro da quantidade de leitos de seis para doze, além da reforma de duas salas cirúrgicas e aquisição de novos equipamentos. Já a Área Vermelha ganhou quatro novos leitos, sala de procedimentos invasivos, expurgo, repouso médico e novo posto policial. Antes, os primeiros atendimentos eram feitos com a observação.

Entre as aquisições de equipamentos, destaque para os 50 monitores multiparâmetro, 20 macas tipo stryker, 16 poltronas reclináveis, 14 ventiladores mecânicos multiprocessador, 13 macas em inox com rodas, 11 camas leito tipo UTI-Fowler, 10 cufômetros, cinco aspiradores portáteis e cinco carros de parada, cinco perfuradores Stryker, dois eletrocardiógrafos, dois aparelhos de anestesia drager, dois conjuntos de craniótomo e drill pneumático, um dermato e um stimuplex.

As obras do Governo do Estado duraram três meses e ampliaram o Setor de Urgência e Emergência, aumentando a capacidade atual. Além da construção do acolhimento familiar, reforma da Central de Material e Esterilização (CME) e Nutrição Enteral, adequação e criação de mais postos de enfermagem e espaços de convivências.

Durante a reforma, iniciada no final de maio, foi instalado o Hospital de Campanha do Exército, que atendeu os casos de média e alta complexidade na unidade de saúde. Na época, foram disponibilizados dois módulos articulados, com capacidade de instalar uma média de 50 leitos, além de possuir posto de enfermagem e equipamentos como respirador mecânico, carro de parada, desfibrilador, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas