Conteúdo Patrocinado

Política

Ricardo defende ação da PM em ataque no Bessa e responsabiliza bancos

5
0
COMPARTILHE

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), atribuiu a responsabilidade da segurança dos bancos às instituições financeiras. Ele disse que o Estado não tem condições de garantir proteção a um dinheiro que está amparado por seguros e que é particular. A abordagem referente ao ataque no bairro do Bessa, no sábado (23), em João Pessoa, foi discutida no programa de rádio semanal que ele tem na Tabajara, nesta segunda (25).

Leia também: Ministério Público diz que também vai investigar ataque no Bessa, em João Pessoa

Ricardo falou no programa que o pior de todos os crimes é o homicídio e defendeu a ação da Polícia Militar que evitou confronto com o grupo armado para que não houvesse assassinatos no local.

“O banco não tem um centavo de prejuízo [afirmando que os recursos são segurados e restituídos]. A vida é algo que não se recupera. Nosso foco na política de segurança é a proteção à vida”, disse Ricardo.

O governador falou ainda que os bancos expõem caixas eletrônicos “irresponsavelmente” e considerou isso “um convite para que os bandidos possam agir”. Segundo ele, os bancos são responsáveis pela segurança nas agências e terminais e não investem nisso.

Ricardo finalizou a abordagem sobre o caso do Bessa dizendo que vai procurar com a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) alguma alternativa para resolver esse impasse sobre a segurança dos bancos.

O caso

Um grupo fortemente armado fechou ruas, fez reféns, efetuou tiros e explodiu uma agência bancária no Bessa Shopping, em João Pessoa, no sábado (23). Moradores da área conseguiram filmar toda a ação criminosa e os vídeos se espalharam pelas redes sociais.

A Polícia Militar informou que recebeu o chamado para o ocorrência, mas não confrontou os bandidos para não colocar em risco a situação das pessoas que foram feitas reféns em uma das barricadas.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas