Ronaldo lamenta que crise hídrica de CG sirva de pauta política para o governo do Estado

9
0
COMPARTILHE

O prefeito em exercício de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho, lamentou nesse fim de semana que uma questão grave como a crise hídrica por que passa o município venha, segundo ele, a servir de pauta política e não de cunho administrativo por parte do governo do Estado.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“Estamos no limiar de um colapso sem precedentes e temos de testemunhar uma total incapacidade ou negligência do Palácio da Redenção em termos de respostas e resultados, embora há vários anos esse quadro já venha se desenhando”, desabafou Ronaldo.

Por parte do município, Ronaldo Filho lembra que o prefeito Romero Rodrigues e equipe vêm se mobilizando junto ao governo federal em prol da liberação de recursos para um plano emergencial que, pelo menos, atenue o impacto da crise hídrica sobre uma cidade do porte de Campina Grande. Um plano, de pouco mais de R$ 12 milhões, foi apresentado ao Ministério da Integração Nacional para implementação de um conjunto de ações objetivas que assegurem o abastecimento de água até que a chegada das águas da transposição.

A pressão agora, de acordo com o prefeito em exercício, é para que os recursos federais sejam liberados o mais breve possível.

A redação do Portal Correio tentou falar com representantes da gestão estadual, mas não foi possível estabelecer contato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas