Sa?de de Jo?o Pessoa d? continuidade a a??es de combate ao Aedes aegypti

10
0
COMPARTILHE

A Secretaria de Saúde de João Pessoa mantém ações educativas e de combate ao mosquito Aedes aegypti. O mês de fevereiro começa com uma série de atividades para evitar a proliferação do mosquito transmissor de quatro tipos de dengue, da febre chikungunya e também do zika vírus. Nesta segunda-feira (1º), a partir das 7h30, Agentes de Saúde Ambiental (ASA) e militares do Exército irão inspecionar residências e terrenos em alguns bairros da Capital. A concentração acontece no Largo da Gameleira, em Tambaú.

Leia mais Notícias do Portal Correio

“Estamos reiniciando as ações com apoio do Exército. Faremos uma reunião às 7h30, no Largo da Gameleira e, em seguida, os militares e agentes seguem para vistorias nos bairros de Tambaú e Cabo Branco”, explicou Nilton Guedes, gerente de Vigilância Ambiental e Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS)

Ainda na segunda-feira (1) na Unidade de Saúde da Família (USF) Castelo Branco, a partir das 8h, acontecem ações de conscientização para combate ao mosquito Aedes. Já na terça-feira (2), é a vez dos colaboradores da Controladoria Geral da União (CGU) participarem de uma palestra de conscientização, seguida de visita em diversos locais do prédio, para localizar possíveis focos ou locais que podem virar criadouros. A atividade tem início às 14h30, na sede da CGU, que fica na Avenida Epitácio Pessoa, 3883, Miramar.

Combate ao Aedes

Diante do crescimento do número de casos da doença no país e da confirmação, pelo Ministério da Saúde, de que o zika vírus está diretamente ligado aos casos de bebês com microcefalia, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estabeleceu um Plano de Combate ao mosquito, realizado em parceria com diversas secretarias municipais.

O monitoramento e o controle do Aedes aegypti estão sendo realizados diariamente e de forma intensificada pelos agentes de saúde ambiental nos diversos bairros da Capital. Durante as visitas, além da aplicação de larvicida nos criadouros do mosquito, os agentes realizam também um trabalho educativo com os moradores das residências e proprietários de estabelecimentos. As ações foram definidas por bairro.

A população também pode ajudar com as ações de combate ao Aedes aegypti, denunciando possíveis focos do mosquito através dos telefones: 0800-282-7959/ 3214-5718.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas