Sal?o do Artesanato re?ne artistas de mais de 60 munic?pios em Campina Grande

0
COMPARTILHE

Com o tema ‘Mãos que trabalham nossa cultura’, Campina Grande está sediando o 22º. Salão do Artesanato, que acontece na antiga Ourovel, na avenida Severino Cabral, no bairro do Catolé. Cerca de 400 artesãos comercializam os trabalhos, representando 62 municípios paraibanos. A iniciativa, que se prolonga até o próximo dia 30 de junho, contribui para elevar o fluxo turístico e comercial da cidade durante a realização do Maior São João do Mundo.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

O espaço conta com uma área total de 2.900m² com stands, depósitos, hall de entrada, salas de coordenação, gestão, cadastro, enfermaria, brigada de incêndio, caixa de autoatendimento e banheiros, além de uma praça de alimentação com palco onde acontecem as apresentações artísticas juninas. O evento é uma realização Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) e acontece tradicionalmente no período de realização do Maior São João do Mundo, sendo mais um atrativo da mais importante festa popular do interior do Brasil.

Como forma de facilitar a leitura dos visitantes, o salão não é separado por stands convencionais, mas um stand contínuo, onde as tipologias mudam de uma forma integrada. Cerca de cem profissionais participaram da sua montagem.

Entre os artesãos, a avaliação preliminar sobre o salão é positiva. Quem pensa assim, por exemplo, é Alex Fabiano, artesão de João Pessoa, que pela segunda fez participa do evento. Ele trabalha com artesanato há sete anos, confeccionando brinquedos, especialmente carros feitos com uso de pinho e outras madeiras recicláveis.

Os produtos são vendidos a preços que variam entre R$ 300,00 e R$ 25,00. “Considero este salão uma ótima oportunidade de valorização do trabalho artesanal no Estado, sobretudo num período em que Campina Grande recebe tantos turistas durante a sua festa de São João”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas