Santa Rita se transforma em um município ‘sitiado’

4
0
COMPARTILHE

Santa Rita se transformou em um município sitiado. Nesta quarta-feira (14), a reportagem do Correio Online esteve na cidade e constatou o caos vivido pela população que não tem acesso aos serviços básicos e pelos servidores que estão salários atrasados há mais de três meses. Na tarde do mesmo dia, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), iniciou uma auditoria na área de recursos financeiros como folha de pessoal, obras e aquisição de bens e serviços e atestou a veracidade das informações relatadas pela reportagem e ainda encontrou indícios de várias outras irregularidades que virão à tona após conclusão dos relatórios dos auditores do órgão.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O presidente em exercício do TCE, André Carlo Torres, disse que a inspeção termina nesta sexta-feira (16) e os auditores terão dez dias para apresentar o relatório das irregularidades encontradas no município. Ele informou que só em 2016 foram realizadas seis auditorias em Santa Rita e nelas foram constatadas várias anormalidades na gestão em várias áreas. Ele não adiantou quais, pois o prefeito Netinho de Várzea Nova (PR) ainda não apresentou sua defesa.

Netinho tem até segunda para se defender

Segundo o Correio Online, André Carlo Torres adiantou que as contas do exercício de 2014, compartilhadas entre Reginaldo Pereira (PRP) e Netinho, apresentam inúmeras irregularidades e que o ex-prefeito e o atual já foram notificados para apresentarem defesa. “O prazo de Netinho vai até a segunda, mas o de Reginaldo já inspirou e ele não se pronunciou. Vamos aguardar para ver se o atual gestor irá se pronunciar para dar continuidade à análise das contas nesse período”, explicou o conselheiro.

Ele disse, ainda, que as irregularidades são as mesmas que levaram as contas do exercício de 2013, sob a gestão do ex-prefeito Reginaldo Pereira serem reprovada entre elas por saldo financeiro não comprovado e despesas em comprovação documental. “As sanções para casos como este são a reprovação das contas, imputação de débito e aplicação de multa ao gestor”, explicou André Carlo.

Oposição quer o afastamento do prefeito

O presidente da Câmara Municipal de Santa Rita, Anésio Miranda (PSB), e os vereadores de oposição querem que Netinho seja afastado do cargo, por meio de denúncia de improbidade administrativa. Porém, eles querem que a denúncia parta dos servidores e do sindicado.

“Caso eles não apresentem a denúncia, nós vamos designar um vereador da oposição para dar entrada com a denúncia para colocarmos em votação já na próxima sessão que acontece terça-feira”, afirmou Anésio Miranda. O parlamentar acrescentou, ainda, que teme que a denúncia parta de um vereador da oposição e eles não consigam os votos suficientes para afastar o prefeito.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas