Satisfa??o dos consumidores de energia registra queda, mostra pesquisa

26
COMPARTILHE

Os consumidores residenciais de energia elétrica estão menos satisfeitos com os serviços prestados pelas concessionárias de energia em 2015. No ano passado, o índice de satisfação era de 78,9%, este ano, caiu para 77,3%, pior resultado desde 2011 quando 76,7% dos consumidores do país avaliaram positivamente o serviço. Os dados estão na pesquisa anual da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), divulgada nesta quarta (22).


Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a pesquisa, os consumidores mais insatisfeitos estão nas regiões Norte e Centro-Oeste. De 2014 para 2015, o índice caiu de 74,6% para 68,4%. “No Norte, nós tivemos uma série de fatores, eventos climáticos que prejudicaram o desempenho das distribuidoras”, justificou o presidente da Abradee, Nelson Leite.

No Sul, onde historicamente o serviço das distribuidoras é mais bem avaliado, este ano, também houve queda na avaliação positiva de 85,7%, em 2014, para 83,9%. Na Região Sudeste o índice se manteve estável em 77,3%. O Nordeste foi a única região brasileira que registrou melhora na avaliação: de 77,9%, em 2014, para 78,1% em 2015.

Já que as distribuidoras não tem autonomia para fixar o preço da tarifa, o que é feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a pesquisa não considera o preço da energia, apenas a qualidade do serviço prestado pelas distribuidoras sob diversos aspectos, o principal deles é a qualidade do fornecimento de energia.

O presidente da Abradee avalia que a revisão tarifaria de energia aplicada no começo de 2015 não influenciou diretamente no resultado da pesquisa. O levantamento foi feito de fevereiro a março, antes dos efeitos das altas de tarifas, mas já sob o regime de bandeiras tarifárias.

A pesquisa ouviu consumidores de mais de 39 mil residências em 1.280 municípios de todas as regiões do país e tem margem de erro de 1,3 ponto porcentual, para mais ou para menos. A Abradee reúne 42 concessionárias de distribuição de energia – estatais e privadas – que juntas são responsáveis pelo atendimento de 98% dos consumidores brasileiros.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas