Seguran?a morre em batida entre moto e carro na BR-230; um dos ve?culos pegou fogo

14
COMPARTILHE

O segurança de uma empresa privada de João Pessoa identificado como sendo Rosinaldo Rodrigues da Silva morreu na manhã desta terça-feira (21) durante a batida entre uma moto e um veículo, que seria pilotado por uma médica. No acidente, duas pessoas ficaram feridas. O fato aconteceu na BR-230, no município de São Miguel de Itaipu, no Agreste. Uma das faixas da rodovia federal foi interditada parcialmente. O trânsito ficou lento.

Leia mais Notícias do Portal Correio

De acordo com o inspetor Lisboa, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Rosinaldo e uma amiga estavam em uma motocicleta quando o carro Mitsubichi Pajero teria invadido a faixa contrária ( direita) na localidade conhecida como ‘Curva da Melancia’, no sentido João Pessoa/ Campina Grande. Os dois veículos seguiam no mesmo sentido.

Ainda segundo a PRF, o carro bateu na moto e as duas pessoas que estavam na motocicleta foram arremessadas. Rosinaldo Rodrigues não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A amiga da vítima teve fraturas e foi levada para o Hospital de Trauma de João Pessoa. A motocicleta pegou fogo ao bater em uma barreira metálica instalada na rodovia. Testemunhas disseram que o casal seguia para a cidade de Itabaiana, depois de 12 horas de trabalho na Capital.

A condutora da Pajero ficou presa entre às ferragens, mas foi retirada do local por uma equipe do Corpo de Bombeiros e passa bem. Ela teve ferimentos leves. Até as 10h50, o corpo de Rosinaldo ainda continuava no local do acidente a espera da remoção para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), no bairro do Cristo Redentor, na Capital.  De acordo com o boletim médico do Hospital de Trauma de João Pessoa, a jovem de 27 passa bem. O estado de saúde da outra vítima não foi divulgado.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas