Seis pessoas s?o assassinadas na Regi?o Metropolitana de Jo?o Pessoa

24
0
COMPARTILHE

Pelos menos seis pessoas foram mortas na região metropolitana entre a noite desse domingo (8) e madrugada desta segunda-feira (9) na Região Metropolitana de João Pessoa. Os crimes ocorreram em João Pessoa, Santa Rita, Caaporã e Lucena. As vítimas foram mortas a tiros e facadas. Uma mulher foi presa suspeito da morte do companheiro.

Leia mais Notícias do Portal Correio

O último assassinato aconteceu na madrugada desta segunda na cidade de Caaporã. Um ajudante de pedreiro de 31 anos foi assassinado na praça pública quando ingeria bebida alcoólica com um primo. A Polícia Militar informou que dois homens chegaram em uma motocicleta e efetuaram os disparos. A vítima não possuía ficha criminal.

Em João Pessoa, um jovem foi baleado enquanto jogava dominó no bairro Distrito Mecânico. Segundo informações do 1º Batalhão, a vítima com amigos quando homens chegaram em uma motocicleta e efetuaram cerca de 8 tiros. O rapaz ainda chegou a ser socorrido para o Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho, mas morreu ao dar entrada na unidade.

Ainda na Capital, mais dois assassinatos foram registrados. No bairro de Mandacaru, a vítima seria um ex-presidiário que foi assassinado na localidade conhecida como ‘Beco de Zé Borges’. O jovem foi morto a tiros. Já no bairro Treze de Maio, Marcos Antônio Batista, 22 anos, foi morto com vários tiros. A vítima estava na comunidade quando dois homens chegaram em uma motocicleta e efetuaram vários disparos.

No distrito de Marcos Moura, em Santa Rita, um homem foi assassinado a tiros dentro de uma lanchonete. O crime chamou atenção dos clientes que ficaram assustados com a ousadia dos bandidos.

Na cidade de Lucena, um jovem identificado como sendo Alex Freire foi assassinado ao ter sido atingido com uma facada. Segundo informações da Polícia Militar, a suspeita do crime seria uma mulher com quem mantinha um relacionamento amoroso. Testemunhas informaram que eles foram vistos juntos durante o dia e o casal teve um desentendimento. A mulher foi presa suspeita da morte.

O homem chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Tibiri, em Santa Rita, onde veio a falecer quando recebia atendimento médico. A suspeita continua foragida.

Assista à matéria exibida na TV Correio HD.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas