Servidores da ALPB rejeitam reajuste de 3% e podem paralisar atividades

15
0
COMPARTILHE

Servidores da Assembleia Legislativa deflagraram, nesta quinta-feira (9), uma mobilização pelo reajuste salarial da categoria. Em assembleia realizada no auditório João Eudes, na sede da ALPB, eles decidiram que não aceitam a proposta de reajuste de 3% oferecida pela mesa-diretora.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os servidores também estão se posicionando contra a proposta de lei complementar 257/2016, que tramita no Congresso Nacional. Nela está embutida a renegociação das dívidas dos estados, vinculada a uma série de medidas de contenção de despesas que os governadores devem adotar. Os servidores entendem que, apoiando a proposta, os governadores ficam impedidos de conceder reajustes salariais acima da inflação.

No caso da Assembleia Legislativa da Paraíba, os servidores decidiram realizar mobilizações a partir da próxima semana, para tornar pública suas reivindicações salariais. Eles não descartam a possibilidade de greve.

A mobilização acontece na semana da reta final de discussão sobre o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2017. Os deputados devem votar o projeto do Executivo e decretar o recesso legislativo. Os representantes dos Poderes estão reivindicando reajuste nos repasses dos duodécimos, mas o Poder Executivo tem negado qualquer elevação do teto além do que foi já repassado este ano.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas