Servidores da Fundac param atividades por 24h como advert?ncia; greve pode se estender

22
COMPARTILHE

Os trabalhadores da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac), em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (13), no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba, decidiram parar as atividades por de 24 horas, como advertência no dia 17 de fevereiro, o que poderá se transformar em paralisação por tempo indeterminado caso o Governo do Estado não se defina quanto à aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração da categoria e ao reajuste referente à data base dos trabalhadores.

Leia também:

* Estado pode atrasar pagamento da folha de pessoal, diz presidente do Fórum dos Servidores

* Servidores poderão parar serviços da Fundac em protesto por PCCR, na Capital

A mobilização é do sindicato da categoria (Sintac), que tem à frente a presidente Lúcia Brandão, reunindo funcionários que atuam nos órgãos de João Pessoa e Campina Grande.

Nesta quinta (14) e sexta-feira (15), os diretores do sindicato estarão nas cidades do Brejo e Sertão paraibano conversando com demais trabalhadores, no sentido de unificar as reivindicações.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A sindicalista Lúcia Brandão informou que a gravidade do problema salarial aumentou ainda mais devido à inflação que assola o país e, em especial, os trabalhadores da Paraíba. “Fica muito difícil desta forma. Sem reajuste e sem a falta de compreensão por parte dos órgãos competentes”, alegou.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas