Servidores do Judici?rio rejeitam proposta de aumento e greve continua

9
0
COMPARTILHE

Os servidores do Poder Judiciário da Paraíba decidiram continuar a greve por tempo indeterminado. A decisão ocorreu na tarde desta quarta-feira (11), após uma assembleia da categoria. Nesta quinta-feira (12), representantes dos servidores vão apresentar uma contraproposta ao presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Marcos Cavalcanti.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A proposta oferecida pelo TJPB seria um aumento de 8,5% em janeiro de 2016 e de 1,5% em novembro de 2016.

Além disso, os servidores teriam aumento de 11,1% no auxílio alimentação, com efeito retroativo a fevereiro deste ano; e os oficiais de Justiça teriam um incremento de 20% sobre o valor de gratificação de indenização de transporte, a partir de maio de 2016.

Segundo Benedito Fonseca, membro do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (Sindojus-PB), a proposta enviada pelo TJPB foi discutida e rejeitada, pois não existe, por exemplo, um aumento real para os servidores.

“Analisamos em assembleia e decidimos por não aceitar a proposta do Tribunal. Existem rejeições quanto há alguns itens. O TJPB propõem dar apenas o valor de perda com a inflação, sem conceder aumento real para os servidores. Fizemos ajustes na pauta e vamos nos reunir com a presidência para tentar encontrar um caminho comum”, contou Benedito Fonseca.

A greve dos servidores começou na terça-feira (10), o que interrompeu alguns serviços utilizados pela população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas