Sinf?nica de Jo?o Pessoa toca Bach, Schumann e Sibelius neste s?bado na Capital

4
0
COMPARTILHE

A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) continua a série de concertos da temporada 2015 com Do Barroco ao Romântico. A apresentação, que será neste sábado (8), às 18h, comemorativo ao Dia dos Pais, faz um passeio cronológico pela contribuição de imortais da música, como Bach, Schumann e Sibelius, e terá regência do maestro titular e diretor artístico da orquestra, Laércio Sinhorelli Diniz. A entrada é gratuita.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

A violista recifense Laila Campelo fará uma participação solo como convidada na segunda obra, o Concerto para viola e orquestra, de J.C. Bach. O concerto será realizado no Centro Cultural Ariano Suassuna do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), localizado na Rua Professor Geraldo Von Sohsten, 193, Jaguaribe (antiga sede do Detran-PB). Desde março, a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) firmou parceria com o TCE para utilizar as dependências do seu Centro Cultural como sede das apresentações oficiais.

A primeira peça do programa, Finlândia, Op. 26, de Sibelius, é um poema sinfônico composto em 1899 como um manifesto contra a crescente censura imposta pelo Império Russo, quando era comum os compositores trocarem o nome das peças para escapar do controle oficial. “A obra traz melodias crescentes e turbulentas, evocando a luta nacional do povo finlandês e, à medida que vai chegando ao final, o som sereno do hino da Finlândia é ouvido”, pontua o maestro Laércio Diniz.

Em seguida, vem o Concerto para viola e orquestra, de Bach, com participação de Laila Campelo. “Esta é uma das peças mais famosas do repertório violístico, com lindíssimas linhas melódicas”, pontua o maestro. Por último, a Sinfonia n° 3, de Robert Schumann, marco definitivo da carreira do compositor alemão.

“A apresentação da OSMJP é mais uma da Série Ariano Suassuna, que vem ocorrendo desde o início do ano. Reveste-se de uma homenagem ao Dia dos Pais, dentro da parceria vitoriosa firmada com o Centro Cultural Ariano Suassuna, do Tribunal de Contas do Estado. Ações como estas engrandecem a cultura paraibana e estão dentro das diretrizes traçadas pelo conselheiro Arthur Cunha Lima, presidente do Tribunal de Contas, no sentido de que o Centro Cultural seja um elo entre o TCE-PB e a sociedade”, ressalta o diretor do Centro Cultural Ariano Suassuna, Flávio Sátiro Filho.

Laila Campelo-Com apenas 19 anos, a violista recifense Laila Campelo estudou no Conservatório Pernambucano de Música de 2004 a 2011. Como violinista, participou de importantes festivais da sua terra natal, como o 9º Encontro de Música Antiga, o 8º Mimo e o 14º Virtuosi.

É formada no curso técnico em viola pelo Conservatório Pernambucano de Música e está cursando Licenciatura em Música na Universidade Federal de Pernambuco. Também é chefe do naipe das violas na Orquestra de Câmara de Pernambuco e integra o Quarteto Encore. Em abril, foi aprovada para estudar na Zürcher Hochschule der Künte, na Suíça.

Laila ingressou na Orquestra Sinfônica Jovem do CPM em 2009, onde integrou por três anos a equipe dos segundos violinos. Em 2012, optou pela viola e participou, agora como violista, do 10º Encontro de Música Antiga e do Virtuosi Gravatá – 2012.Um ano depois, foi aprovada como chefe de naipe da mesma orquestra. Participou de duas edições do Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) e do festival de grupos de câmaras, quartetos de cordas e orquestras sinfônicas.

Em 2014, fez turnê pelas capitais junto com o Quarteto Encore, se apresentando com a cantora Elba Ramalho e o grupo SaGRAMA dentro do projeto “Cordas, Gonzaga e Afins”. Teve aulas regulares em Zurique-Suíça com o professor Michel Rouilly, viola-solo da Tonhalle Orchester Zürich.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas