Supervisora da Energisa é presa suspeita de fraudes em contratos, na Capital

COMPARTILHE

Mais dois funcionários da Energisa foram identificados como participantes de um esquema fraudulento que já teve um suspeito preso na manhã desta segunda-feira (19), em João Pessoa. Depois da prisão de um homem de 34 anos, uma supervisora da empresa, de 29 anos, foi presa à tarde e um supervisor é procurado. Os dois seriam os beneficiários dos desvios de R$ 400 mil com contratações de locação usando o nome da Energisa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o delegado Lucas Sá, eles teriam participado de fraudes em contratos de locação da Energisa durante cerca de dois anos. A suspeita de 29 anos foi presa, na sede da empresa, em João Pessoa, mas foi liberada depois e vai responder em liberdade. O outro homem já foi identificado, mas ainda é procurado pela polícia.

De acordo com a polícia, o grupo teria causado prejuízo de R$ 400 mil a Energisa, utilizando contratos de locação falsos, fazendo com que a concessionária de energia pagasse regularmente pelos contratos, que eram revertidos para os suspeitos.

O delegado Lucas Sá finalizou afirmando que as investigações continuam e que mais pessoas podem ser presas a qualquer momento.

A Energisa informou ao Portal Correio que está colaborando com as investigações e prestando as informações necessárias sempre que solicitadas pela polícia.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas