Suposto mandante de morte de professor ? preso em CG e menores s?o apreendidos

19
COMPARTILHE

Mais três suspeitos de envolvimento na morte do professor Eraldo César de Araújo, de 48 anos, que trabalhava em uma escola pública no bairro de Catingueira, em Campina Grande, foram detidos nesta segunda-feira (8) após investigações da Polícia Civil da cidade. Dois membros do grupo são menores, de 16 e 17 anos, e foram apreendidos durante a manhã. No fim da tarde, um jovem de 19 anos, que seria o mandante do crime, foi preso.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a polícia, os dois adolescentes confessaram o envolvimento no assassinato. Após depoimento, eles foram encaminhados para o Lar do Garoto de Campina Grande.

De acordo com a delegada Maíra Roberta, a Polícia Civil acredita que, após as detenções, a investigação já poderá ser concluída. No dia 28 de maio, um dos suspeitos pelo crime já havia sido preso. Ele havia dado fuga a participantes no ato criminoso.

As investigações já haviam apontado que o professor teria sido confundido com um presidiário do regime semiaberto que cumpria pena alternativa na escola e foi morto a tiros por engano. O albergado também acabou sendo preso ao prestar depoimento à polícia como testemunha do crime, pois foi constatado que havia um mandado de prisão por roubo aberto contra ele.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas