|
Quinta-feira, 26 abril 2018
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Moeda

Mais artigos sobre

Moeda

- Advertisement -

Notícias mais lidas

Superobeso de Patos deixa dieta e pede esmola nas ruas

O paraibano Carlos Antônio dos Santos Freitas, de 30 anos (Carlinhos), que ficou conhecido como superobeso de Patos após chegar a pesar 420 kg, foi visto pedindo esmola, nesse fim de semana, nas proximidades de um supermercado no Centro de Patos, município do Sertão paraibano, a 317 quilômetros de João Pessoa. Leia também: Paraibano que pesou mais de 420 kg está com 196 kg e já faz exercícios De acordo com o repórter da TV Correio em Patos, Paulo Costa, Carlinhos estava sujo e pedindo esmolas a clientes do supermercado e pessoas que passavam na calçada do estabelecimento. “Ele foi visto no Centro. É uma situação que faz muito tempo que não acontecia. A família disse que Carlinhos não está mais querendo seguir a dieta passada pelos médicos e que ele tem tido um comportamento complicado. Como ele é uma pessoa muito forte, os familiares não conseguem segurá-lo em casa e ele acaba vindo parar no Centro para pedir esmolas”, contou o repórter. Um vídeo compartilhado por Jozivan Antero mostra o caso. https://www.youtube.com/watch?time_continue=30&v=b67kKKEKJ9U O caso de Carlinhos começou a ganhar repercussão em 2015, quando ele chegou a pesar 420 kg. Ele chegou a ser internado em uma clínica em Recife e passou por tratamento para perda de peso. Durante o tratamento, Carlinhos reduziu o peso para 146 kg e recebeu alta hospitalar. O Portal Correio tentou contato com familiares dele para saber mais detalhes sobre a situação, mas os telefonemas não foram atendidos.
acaua-esta-quase-seca-e-aesa-suspende-retirada-de-agua-do-rio-paraibavideo

Dnocs manda fechar comportas de Boqueirão para Acauã

As comportas do açude Epitácio Pessoa, na cidade de Boqueirão, que liberavam água para abastecer o açude Acauã foram fechadas na tarde desta quinta-feira (19). A decisão foi tomada pelo Departamento Nacional de Obras Contas as Secas (Dnocs) e divulgada no Correio Debate, da TV Correio. Em entrevista, o presidente da Agência Estadual de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), João Fernandes, considerou a medida desrespeitosa, já que uma resolução conjunta da Aesa e da Agência Nacional das Águas (ANA) determinava a abertura das comportas de Boqueirão para abastecer Acauã, que se encontra em estado crítico, com apenas 14,7 milhões de metros cúbicos (m³) de armazenamento, ou 5,83% do total de 313,2 milhões de m³ que pode armazenar. “A decisão do Dnocs foi desrespeitosa. A Ana determinou que deveria ser seguida a orientação da Aesa [de abertura das comportas até 30 de junho]. Recebi um ofício dizendo que as comportas de Boqueirão seriam fechadas hoje. As comportas foram abertas para levar mais água para Acauã que atende a 14 municípios. A decisão vai me obrigar a pedir de novo a ANA uma nova resolução para determinar a vazão ecológica no rio. Vou fazer isso as pressas porque esperávamos completar 30 ou 35 dias para um novo balanço”, afirmou João Fernandes.
video

Padrasto é preso suspeito de abusar de enteada por 4 anos

Um homem foi preso, na manhã desta terça-feira (24), suspeito de estuprar a enteada por cerca de quatro anos. O crime acontecia em um bairro de João Pessoa e, conforme a delegada da Infância e Juventude, Joana d’Arc, a mãe da menina sabia dos abusos e pode ser autuada por ser cúmplice no crime. Em entrevista a repórter Jaceline Marques, da TV Correio, a delegada afirmou que a criança era abusada desde os sete anos e o crime só foi descoberto após denúncia dos vizinhos. “Tomei conhecimento (da denúncia) através do Conselho Tutelar. Os vizinhos denunciaram o caso por não suportarem mais a situação, eles ouviam a criança gritar e dizer que estava doendo (os abusos sexuais), pedindo para que ele (suspeito) não fizesse mais aquilo. Então, percebi que a situação era de flagrante e mandei prender ele”, contou a delegada. Ainda conforme a delegada, a mãe da criança deixou transparecer que sabia dos abusos e era conivente com a situação. “Uma vizinha contou que ouviu a menina gritar e quando foi ver o que era o padrasto estava com a roupa descida aos joelhos, praticando ato, e a mãe próximo, com uma panela na mãe. Vamos apurar essa conivência (da mãe com relação aos abusos)”, disse a delegada.

Alerta de chuva forte vale até o fim do dia em...

As regiões de João Pessoa (PB), Recife (PE) e Natal (RN) estão sob alerta de chuvas fortes até o fim desta quarta-feira (25). De acordo com a Climatempo, a chuva começou intensa na noite dessa terça-feira (25) e ficou mais forte na madrugada desta quarta-feira (25), podendo se prolongar. “A população deve ficar atenta e seguir as orientações da Defesa Civil”, diz o alerta da Climatempo. Leia também: Em João Pessoa, a Defesa Civil do Município registrou a queda de quatro árvores e contabilizou 115 milímetros de chuvas entre segunda (23) e esta quarta (25), o que corresponde a quase metade do volume esperado para todo o mês de abril. De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), são esperados 263,9 mm de chuvas para abril e até esta quarta (25), já foram registrados 255,1 mm. Houve alagamentos e problemas com o trânsito. Veja abaixo a cobertura da TV Correio. https://youtu.be/cpPb3NkIL5A De acordo com a Climatempo, uma área de instabilidade se intensificou sobre o mar e avança para o leste do Nordeste devendo atingir a região do litoral leste do Rio Grande do Norte, litoral da Paraíba e de Pernambuco. “Há risco de raios e de chuva forte e volumosa, com potencial para alagamentos e transbordamento de córregos e rios”, informa o alerta. “Desde o recebimento do alerta, nós acionamos imediatamente todas as secretarias operacionais do município, no intuito de dar celeridade aos chamados da população e intensificar o trabalho preventivo e contínuo realizado diariamente pela Prefeitura”, destaca Noé Estrela, coordenador da Defesa Civil. Segundo a Prefeitura de João Pessoa, estão dando suporte ao trabalho da Compdec-JP as Secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Infraestrutura (Seinfra), Meio Ambiente (Semam), Mobilidade Urbana (Semob) e Segurança Urbana e Cidadania (Semusb). Com relação às árvores, a prefeitura também tem orientações. “A população pode solicitar o serviço de podas entrando em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, que emitirá um laudo técnico para a Sedurb executar a poda, programado de acordo com a urgência da localidade”, destaca Sérgio Chaves, diretor de paisagismo da Sedurb. Serviço: Disk Defesa Civil (24 horas): 0800 285 9020 Semam – solicitação de poda- 3218-9208
- Advertisement -