TCE-PB emite alertas ao Estado sobre gastos com pessoal, saúde e educação

26
0
COMPARTILHE

O relator das contas de 2016 do Governo da Paraíba, conselheiro Fábio Nogueira, comunicou, na abertura da sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado, nesta quarta-feira (22), a emissão de alertas ao governador Ricardo Coutinho, em razão de aplicações abaixo dos limites mínimos constitucionalmente exigidos para a área da educação. A providência, referente ao primeiro quadrimestre do exercício, também decorreu da ultrapassagem de gastos com a folha de pagamento acima do limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“O Poder Executivo apresentou um total de despesa com pessoal da ordem de 54,85% da Receita Corrente Líquida, ultrapassando o limite máximo definido no art. 20, inciso II, alínea ‘b’ da LRF”, observou o conselheiro Fábio Nogueira.

No alerta relacionado ao setor da educação, ele registrou que, de janeiro a abril passados, o Estado aplicou 16,80% da receita líquida de impostos e transferências em Manutenção e Desenvolvimento de Ensino (MDE). “Porém, esse limite mínimo constitucionalmente determinado é anual, podendo, portanto, apresentar-se, em alguns meses, com percentuais inferiores ao exigido”, ponderou.

No primeiro quadrimestre deste ano, o Fundeb aplicou 58,60% na remuneração dos profissionais do magistério em efetivo exercício no Ensino Fundamental e no Médio, ficando abaixo do índice mínimo de 60%, a ser apurado anualmente.

Saúde

No alerta ao governador, “com vistas à adequação das aplicações”, o relator das contas de 2016 também adverte que, em relação às ações e serviços públicos de saúde, o Estado não atendeu às exigências constitucionais no transcurso do segundo bimestre, período em exame.

A emissão de alertas é providência com a qual as Cortes de Contas do País, até em auxílio aos jurisdicionados, buscam, em bom tempo, a correção de investimentos e ações administrativas, antes do julgamento de suas contas anuais.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas