Terreiro de candombl? ? atacado e pol?cia vai investigar intoler?ncia religiosa na PB

4
0
COMPARTILHE

Um grupo de pessoas adeptas da religião candomblé denunciou, na manhã deste sábado (15), na Central de Polícia de Campina Grande, um ato de vandalismo que eles interpretam também como manifestação de intolerância religiosa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o babalorixá Antônio Caldas, um terreiro no bairro Jardim Borborema, na Zona Sul da cidade, foi atingido por pedradas durante a realização de um Fórum de Diversidade Religiosa.

Segundo o líder religioso, este não foi o primeiro ataque contra a casa de candomblé. “Sempre que nós realizamos algum evento acontecem essas manifestações de preconceito. Já jogaram bombas, pedras e até coquetel molotov”, conta.  

Ainda conforme o babalorixá, uma vizinha testemunhou o momento do ataque, mas se negou a contar a polícia quem é o vândalo por temer represálias. Antônio Caldas disse ainda que já acionou uma advogada e pede que a polícia abra um inquérito para investigar o caso de intolerância religiosa.

No Brasil, demonstrações de ódio e críticas desrespeitosas a hábitos, símbolos e cultos religiosos são considerados crimes que ferem a liberdade e dignidade humana. A pena prevista para quem hostilizar uma pessoa em razão de credo religioso é de um a três anos de prisão, além do pagamento de multa. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas