Traumas em JP e CG atendem 1,7 mil no feriadão, incluindo 43 queimados

24
COMPARTILHE

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, atendeu em torno de 700 pessoas durante o feriadão de São João, enquanto o Dom luiz Gonzaga, em Campina Grande, contabilizou cerca de 1 mil atendimentos no mesmo período. Os dados contabilizados são da meia noite da quinta-feira (23) até às 6h desta segunda-feira (27). Nas duas unidades, mais de 40 queimados foram atendidos durante as festas juninas.


Leia mais Notícias no Portal Correio


Trauma João Pessoa

De acordo com o setor de estatística da instituição, os casos envolvendo quedas e motocicletas lideraram as ocorrências com 138 e 114, respectivamente. Outros casos de destaque continuam relacionados ao trânsito como acidentes de automóvel (22), bicicleta (7), atropelamento (11), além de arma de fogo (11) e arma branca (8). Os outros casos foram clínicos.

Com relação a queimaduras, o hospital registrou 22 entradas, sendo que oito por fogos de artificio e 14 por queimaduras diversas. O número é inferior ao do ano passado quando foram registrados 25 casos, o que representa uma redução de aproximadamente 13,5% em relação ao mesmo período de 2015. No período de 1º a 27 deste mês, já foram atendidos 97 pacientes vítimas de queimaduras.


Trauma Campina Grande

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, que integra a rede hospitalar do Governo Estado, realizou 1.017 atendimentos durante o feriado de São João. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora da quinta-feira (23) até as primeiras horas desta segunda-feira (27). Nesses dias foram realizadas 77 cirurgias.

Os casos envolvendo acidentes de moto lideraram as entradas nos plantões durante o período. No total, 135 pacientes foram atendidos devido a acidentes com motocicleta, 13 vítimas de acidente de carro, 14 vítimas de projéteis de arma de fogo, 12 de arma branca e 25 por espancamento. Os demais atendimentos foram na Clínica Médica e na Pediatria.

Na Unidade de Queimados do Trauma-CG foram atendidas 21 pessoas vítimas de queimaduras provocadas por fogos ou fogueiras na véspera e dia de São João, dez foram crianças com idades entre zero e 14 anos e 11 foram adultos. No período do 1º a 25 deste mês, já foram atendidos 34 pacientes vítimas de fogos ou fogueiras.

Na véspera e dia de São João do ano passado foram atendidas 11 pessoas vítimas de queimaduras provocadas por fogos ou fogueiras, sendo oito crianças com idades entre zero e 14 anos e três adultos.

A maior quantidade de queimaduras acontece nos dias 12, 23 e 28 de junho, respectivamente, vésperas dos dias de Santo Antônio, São João e São Pedro, quando o nordestino mantém a tradição de acender fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas