TRT muda expediente; veja outros ?rg?os que j? alteraram o funcionamento

21
COMPARTILHE

O Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT-13) muda, a partir de 1º de fevereiro, seu horário de funcionamento, que passará a iniciar às 7h30 e terminará às 14h30, de acordo com a assessoria de comunicação do órgão. A medida de reduzir o expediente visa adequar as despesas na Justiça do Trabalho na Paraíba com o orçamento aprovado para 2016.

Leia mais Notícias do Portal Correio

A estimativa é que a redução do expediente nas 27 Varas do Trabalho, sede do TRT e demais unidades gere uma economia de quase meio milhão de reais até o final do ano.
Também no pacote de medidas para reduzir as despesas está a restrição de viagens de juiz ou servidor para cursos ou eventos, limitação do valor de diárias, além de diminuição com custos com capacitação, telefonia e outros insumos.

Mudança em outros órgãos

Com o mesmo objetivo de minimizar o efeito da crise econômica que o país enfrenta e economizar, outros órgãos municipais e estaduais também mudaram o horário de funcionamento de trabalho.

Estado

O governador Ricardo Coutinho (PSB) assinou decreto determinando a adequação na jornada de trabalho dos servidores da Administração Direta e Indireta, autarquias e órgãos de Regime Especial, estabelecendo que o expediente será das 8h às 16h30, com intervalo de 1h30, de segunda-feira à sexta-feira.

PMJP

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) também decidiu mudar o expediente nas repartições da Prefeitura. O funcionamento passa a ser corrido a partir de segunda-feira (11), começando às 8h e terminando às 14h, de forma corrida. O decreto com a alteração foi assinado pelo prefeito.

PMCG

A mesma determinação aconteceu em Campina Grande. A ordem de redução partiu de um decreto do prefeito Romero Rodrigues, em que ele estabeleceu o funcionamento dos órgãos no horário das 7h às 13h.

TCE-PB

Outro órgão que reduziu o expediente foi o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba. As atividades em 2016 têm novo horário, das 7h às 13h, com o fim do período de recesso e das férias coletivas de 15 dias concedidas, neste mês de janeiro, a todos os quadros funcionais.

Veja o vídeo abaixo:

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas