Um ter?o das medalhas do Atletismo foram para atletas suspeitos de doping

3
0
COMPARTILHE

Um terço das medalhas olímpicas e de campeonatos mundiais de Atletismo entre 2001 e 2012 foram obtidas por atletas que estavam sob efeito de substâncias consideradas ilegais, de acordo com dados divulgados pelo jornal britânico The Sunday Times e pela rede de TV alemã ADR.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Segundo os veículos, 10 medalhistas de ouro na Olimpíadas de Londres, disputada em 2012, tiveram resultados de exames de sangue “altamente sugestivos de doping ou pelo menos muito anormais”. Em algumas provas, todos os medalhistas integram a lista de atletas suspeitos.

Apesar de não divulgar os nomes dos atletas que teriam testado positivo para doping, os veículos garantiram que Usain Bolt, uma das maiores estrelas do Atletismo, não está entre os suspeitos.

A denúncia também diz que a Rússia é o país com mais atletas suspeitos. De acordo os dados noticiados, 80% das medalhas do país foram ganhas por eles. O Quênia aparece em seguida, com 18 medalhas dadas a atletas sob suspeita.

A Agência Mundial Antidoping disse estar “muito perturbada por essas denúncias” e afirmou que uma comissão irá investigar o caso.

Os arquivos revelados pertencem à Associação Internacional de Federações de Atletismo e foram vazadas por um informante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas