Universitário é preso suspeito de vender drogas a estudantes e em festas na Paraíba

85
0
COMPARTILHE

Um estudante universitário de Designer Gráfico, de 26 anos, foi preso nessa quarta-feira (31), em Campina Grande, no Agreste do estado, suspeito de tráfico de drogas. De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, titular de Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE), o jovem é suspeito de comercializar a droga em festas e bares de classe média alta na cidade, além de alunos de faculdades.

Leia mais Notícias do Portal Correio

As investigações contra o estudante começaram em junho deste ano durante o São João de Campina Grande. “Recebemos informes de que ele estaria vendendo cocaína no Parque do Povo, durante o São João. Tivemos detalhes do carro e da movimentação do comércio ilegal. As investigações foram se aprofundando e solicitamos mandados de busca e apreensão na residência dele”, comentou o delegado.

Após a expedição dos mandados, os policiais da DRE fizeram uma vistoria no imóvel onde encontraram cocaína, munições e substâncias utilizadas para aumentar o poder alucinógeno da droga.

“Além da cocaína encontramos analgésicos [muitos deles vencidos] e adrenalina, apreendemos 15 munições de calibre 380. O jovem adicionava essas substâncias à cocaína e com isso aumentava a quantidade da droga e a deixava com o poder alucinógeno mais forte. Isso é um risco a saúde de quem consome”, disse São Pedro.

Material apreendido com o estudante

Conforme levantou a Polícia Civil, o jovem preso é investigado por vender drogas para estudantes e em festas frequentadas por jovens da classe média-alta. “No WhatsApp encontramos várias negociações de drogas. Ele frequenta bares da alta sociedade e recruta os clientes”, revelou o delegado.

O estudante, que já é condenado por porte de arma de fogo e cumpre pena alternativa no Detran-CG, vai responder por tráfico de drogas e posse ilegal de munições. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br,
siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas