V?deo mostra menores da PB fazendo sexo e viraliza no WhatsApp; pol?cia investiga

360
0
COMPARTILHE

Uma menor de 13 anos da cidade de Itaporanga, no Sertão da Paraíba, a 420 km de João Pessoa, foi filmada enquanto mantinha relação sexual com o então namorado, de 17 anos, no dia 28 de junho deste ano. O vídeo do ato acabou ‘vazando’ na internet, já tendo sido compartilhado no WhatsApp, segundo a Polícia Civil. Apesar do sexo ter sido consensual, a polícia investiga se o rapaz teria oferecido bebida alcoólica à garota.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o delegado José Pereira, da Polícia Civil de Itaporanga, o fato aconteceu na residência do namorado. Ainda não se sabia exatamente como o vídeo teria sido espalhado e qual teria sido o meio utilizado para produzi-lo, já que a própria menina disse, em depoimento na presença dos pais, que não teria percebido que estava sendo filmada.

“Ela disse que o rapaz ofereceu uísque. Nas imagens podemos notar que ela está alterada”, disse o delegado, que acrescentou que ela alegou que já mantinha relações sexuais há algum tempo com o menor e que o relacionamento já estaria durando um ano, mas que não era “nada sério”. O casal, a partir do acontecido, está separado. “Ela disse que não quer mais nada com ele”, contou Pereira.

A família da garota procurou o Ministério Público e a delegacia após vizinhos informarem do vazamento das imagens. A menor receberá acompanhamento psicológico para lidar com o constrangimento. Ela ainda será encaminhada para o município de Patos, também no Sertão, onde passará por um exame de conjunção carnal.

O delegado explicou que estavam sendo elaboradas intimações para o suspeito e para possíveis testemunhas. Caso seja constatada culpabilidade do adolescente no caso, ele poderá responder, de acordo com José Pereira, pelo vazamento do vídeo, por oferecer bebida alcoólica à menor e por estupro de vulnerável, mesmo ele também sendo menor de idade.

“O que configura o estupro é a idade da vítima”, esclareceu o delegado. Ele disse que, após o resultado do exame ao qual ela seria submetida, seriam juntados o laudo com os documentos do inquérito da Polícia Civil para um encaminhamento à Justiça, que determinará os rumos do caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas