Veja o que esperar de cada time grande para 2016

24
COMPARTILHE

Com o fim do Brasileirão se aproximando, os torcedores já começam a criar expectativas para a próxima temporada, que deve ter algumas mudanças nos grandes times do País. Alexandre Pato, por exemplo, deve deixar o São Paulo e voltar ao Corinthians para mais uma ano de contrato. Veja a seguir o que esperar de cada clube em 2016:

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Corinthians

O Corinthians, (quase) campeão brasileiro, tem tudo para ter uma temporada melhor ainda em 2016, se conseguir manter as peças chave do elenco, como Jadson, Renato Augusto e Elias. Além dos jogadores, a continuação do trabalho de Tite é a principal esperança dos torcedores por mais conquistas no ano que vem. Vale lembrar que foi depois do título do Brasileirão de 2011, com o mesmo técnico, que o Timão ganhou a Libertadores e o Mundial. Caso não consiga vender Alexandre Pato, o Alvinegro ainda ganhará um reforço de peso para o ataque.

São Paulo

Sob o comando do interino Milton Cruz até o fim do Campeonato Brasileiro, o São Paulo tem um futuro nebuloso pela frente, já que está com presidência nova e perderá jogadores importantes, como Pato, Rogério Ceni e, talvez, Luis Fabiano. O primeiro passo para o Tricolor é escolher um técnico e tentar dar continuidade para ele em 2016 mesmo em caso de alguns tropeços. O que atrasa o começo do planejamento, agora, é a indefinição se o time, atualmente fora do G-4, jogará ou não a Libertadores no ano que vem. Para a próxima temporada, o clube planeja uma pequena reforma no Morumbi, principalmente no gramado.

Palmeiras

O ano de 2015 foi de muitas mudanças para o Palmeiras, que melhorou bastante em relação à temporada anterior, quando brigou contra o rebaixamento até a última rodada do Brasileirão. Apesar da melhora visível, o Verdão trocou de técnico nos últimos meses e sofreu com a irregularidade no Nacional, ficando um pouco longe do G-4. Se mantiver o trabalho de Marcelo Oliveira e contratar reforços pontuais, o clube pode sonhar com uma campanha melhor em 2016, ano que pode estar na Libertadores caso vença a Copa do Brasil, torneio em que está na final.

Santos

O Santos vai terminando 2016 como o time sensação ao lado do Corinthians. Com um futebol rápido e eficiente, o Peixe cresceu muito sob o comando de Dorival Junior e tem tudo para jogar a Libertadores do ano que vem, já que está em quarto no Brasileirão e disputa a final da Copa do Brasil contra o rival Palmeiras. A próxima temporada pode trazer novas conquistas para o clube, mas é importante que a diretoria segure o meia Lucas Lima, ou contrate alguém à altura para o lugar dele.

Flamengo

O Flamengo teve altos e baixos em 2015, mas termina a temporada de forma melancólica, sem brigar por nada no Brasileirão. Com Oswaldo de Oliveira na corda bamba, o time tenta a contratação de Muricy Ramalho para já dar início ao planejamento do ano que vem. Com um ataque promissor, com Guerrero, Sheik e Kayke, o Rubro-Negro precisa investir em reforços para a zaga e o meio de campo, setores mais contestados pela torcida.

Fluminense

A temporada foi de mudanças para o Fluminense, que teve seu primeiro ano sem a Unimed, até então responsável pela maior parte financeira do clube. Apesar de baixas no elenco, o time manteve Fred e revelou alguns bons jogadores, como Gustavo Scarpa, conseguindo se manter com uma campanha média no Brasileirão. Depois do período de transição, o time pode chegar mais forte para 2016.

Botafogo

Com acesso à Série A garantido, o Botafogo agora luta pelo título da Segundona, mas já precisa colocar os olhos na temporada seguinte. O importante para o clube carioca, que tem um bom técnico e jogadores interessantes, é segurar a empolgação e tentar evitar os erros da temporada 2014, quando acabou rebaixado. Com um bom planejamento desde já, a equipe carioca pode usar o ano de 2016 para voltar a se firmar entre os grandes do futebol brasileiro.

Vasco

O futuro do Vasco ainda depende de um definição importante: a permanência ou não na Sèrie A. Depois de um começo de Brasileirão catastrófico, o time se reforçou, trocou de técnico e melhorou, com chances mais reais de escapar atualmente. Se a degola vier, o clube terá que recomeçar tudo do zero, a exemplo do Botafogo. Já se ficar na elite, é importante aprender com os erros de 2015 para evitar novos sustos na torcida, que já passou por dois rebaixamentos nos últimos dez anos.

Atlético-MG

O Atlético-MG faz uma grande campanha no Brasileirão, tem tudo para ser vice-campeão e só não está com a taça porque os números do Corinthians são os melhores de um time nos últimos anos. Com um bom técnico e um elenco recheado de bons jogadores, o Galo tem que manter o trabalho para colher os frutos no ano que vem, a exemplo de 2013, quando foi campeão da Libertadores depois de terminar o Nacional na segunda colocação.

Cruzeiro

Ainda atual bicampeão Brasileiro, o Cruzeiro sofreu um grande desmanche no começo de 2015 e sofreu para voltar a se organizar. Na temporada, o time só engrenou mesmo depois da chegada de Mano Menezes, que deve continuar para o ano que vem, com reforços, pode levar a Raposa novamente ao caminho dos títulos.

Grêmio

Mais um time que parece ter um 2016 promissor, o Grêmio há algum tempo não tinha um trabalho tático tão bem feito quando o que Roger Machado vem fazendo. “Aluno” de Tite, o treinador é o principal responsável pela boa campanha da equipe no Brasileirão e pode dar alegrias à torcida na temporada seguinte.

Internacional

O Inter começou o ano com um técnico uruguaio, mas acabou trocando o comandante depois de ser eliminado na semifinal da Libertadores. Com Argel Fucks, o time voltou a brogar pelo G-4 e pode voltar a jogar o torneio continental em 2016. A classificação ou não deverá pesar no planejamento para o ano que vem, principalmente na manutenção de jogadores importantes e contratação de reforços.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas