Venda de 58 medicamentos ? suspensa na PB por irregularidades; veja a lista completa

0
COMPARTILHE

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon) assinou, nesta sexta-feira (24), uma recomendação que suspende a comercialização e distribuição de 58 medicamentos que foram proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Entre os medicamentos suspensos estão os mais utilizados pela população como a cefalexina, amoxicilina, dipirona sódica, colírio e o soro fisiológico. Veja aqui a lista.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o MP-Procon, os motivos para a suspensão de comercialização estão contaminações por fungos, desvio de qualidade, falta de registro, irregularidades constatadas durante inspeções, falsificação e medicamento com alteração na cor.

A recomendação também foi assinado por representantes da Gerência de Vigilância Sanitária de João Pessoa (GVS); Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa); Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM); Conselho Regional de Farmácia (CRF); a comissão de Direito Sanitário e Biodireito da OAP/PB, e dos Procons Municipais de João Pessoa, Campina Grande e Cabedelo.

De acordo com o diretor-geral do MP-Procon, o promotor de Justiça Glauberto Bezerra, a população deve estar atenta, já que o consumo desses medicamentos colocam em risco a saúde.

”Uma situação que assusta porque a população não sabia desses problemas e o MP-Procon, em conjunto com os órgãos envolvidos, vem se esforçando para combater essa violência silenciosa que é a falsificação de medicamentos”, disse Glauberto Bezerra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas