Ventanias derrubam 10 ?rvores em 24h na Capital; Seman orienta sobre seguran

0
COMPARTILHE

A chuva com ventania registrada no litoral paraibano de quinta (16) para esta sexta-feira (17) provocou a queda de pelo menos dez árvores das cerca de 300 mil existentes em canteiros, praças e calçadas, segundo registros da Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa (Semam). Este ano, já são 42 casos de queda de árvores na Capital.

Leia também:

* Chuva e ventania provocam acidentes nas rodovias e derrubam árvores em João Pessoa

* Litoral da Paraíba entra em alerta de ressaca e ondas podem chegar a 3m no fim de semana

O engenheiro agrônomo Anderson Fontes, chefe da Divisão de Arborização e Reflorestamento da Semam, informou que, além do acúmulo da água na copa e da força do vento, a maioria das árvores caiu porque estava com cupim ou com as copas desequilibradas, ou seja, sem ter recebido a poda regularmente.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Ele informou que os locais onde ocorreram os chamados da população foram no Centro, na Avenida Coremas e na Desembargador Peregrino de Carvalho; nas avenidas Beira Rio e Pedro II, no Castelo Branco, em Jaguaribe, em Tambauzinho, no Cristo Redentor, na Torre e no Ernane Sátiro.

O engenheiro agrônomo explicou que esses números são considerados pequenos e João Pessoa está entre as cidades com menor índice de queda de árvore em relação à sua arborização. “Temos 47,11 metros quadrados de área verde por cada habitante e o percentual de área verde de João Pessoa é de 35%. Por isso temos um trabalho de manutenção constante e não só durante a época que antecede as chuvas”, enfatizou.

Prevenção a acidentes

Anderson Fontes orientou a população a não procurar abrigo embaixo de árvores quando estiver chovendo e ventando muito e evitar estacionar os veículos embaixo delas também. “Muita gente acaba fazendo isso, mas não é recomendável, principalmente se a árvore estiver com o que chamamos de ‘copas desequilibradas’ ou ainda com galhos muito finos e amarelados”, recomendou.

Ele orientou, ainda, que a população observe bem as árvores e, independente de serem proprietários das calçadas onde elas estejam, procurem contatar a Semam quando perceberem que elas estão sem poda, com galhos muito finos, e com folhagem amarelando.

Os telefones da Semam para atendimento a população são 3264 1830 ou 3218 9200. “Todos nós devemos cuidar das nossas árvores, então qualquer pessoa pode ligar e informar sobre as condições delas para que possamos fazer a manutenção”, reforçou.

Outra orientação é quanto à poda. Anderson Fontes disse que ela não pode ser exagerada porque prejudica a árvore, podendo levar à morte da planta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas