Início Geral

A lista e a meta

Quem acompanhou a visita técnica do prefeito Luciano Cartaxo ao residencial Nice Oliveira, pode fazer uma constatação: sua estratégia para chegar ao Palácio da Redenção está baseada na entrega de um conjunto de obras transformadoras em João Pessoa, especialmente as que nenhum antecessor encarou, seja pelo grau de dificuldade ou volume de recursos exigidos.

Cartaxo não quer alimentar intrigas políticas ou aparecer por desqualificar adversários. Quer é superar os antecessores, conquistar o título de melhor prefeito da Capital, garantindo um diferencial sólido para a campanha. Trabalha para ter a condição de enfrentar com tranquilidade as comparações comuns nos embates eleitorais.

Se o forte investimento que fez na primeira gestão em Educação, especialmente em creches, foi decisivo para sua reeleição, agora a habitação ganha destaque, bem como os investimentos em mobilidade.

Por exemplo: o residencial Nice Oliveira, que vai entregar no dia 10, com 776 apartamentos, quadras para esportes, salões multiuso, áreas de playground e equipamentos de ginástica, abrigará 3.104 moradores, ou seja, terá mais habitantes do que 24 municípios paraibanos. Com ele, totalizará cinco mil unidades entregues e tem mais 4.500 em construção.

Em agosto vai inaugurar o novo bairro São José, projeto que inclui novas moradias, saneamento básico, despoluição do rio, novos acessos e toda infraestrutura urbanística. A área degradada e violenta está em transformação. É obra emblemática.

Cartaxo agiliza com o BID início do “Cidade Sustentável”, com o qual vai intervir em outras nove comunidades que ficam nas margens da Beira Rio, levando habitação, saneamento e urbanização. E tem ainda o Parque Tecnológico e Moderno Centro de Monitoramento da cidade.

Neste mês de abril vai iniciar uma grande reforma no Parque Zoobotânico Arruda Câmara – a Bica –, que pretende inaugurar ainda este ano, assim como três escolas em tempo integral (uma bilíngue), a UPA dos Bancários e a requalificação da avenida Beira Rio.

A lista é significativa e Cartaxo ainda conta com o prestígio do vice-prefeito Manoel Júnior para agilizar projetos em Brasília. Por isso não é interessante para ele antecipar o debate eleitoral. O título, sim.

TORPEDO

Essa possibilidade de paquera do PSB com o PMDB é remota. Nós temos uma aliança posta aqui em João Pessoa. Nós iremos trabalhar durante o ano de 2017 preparando o PMDB para que em 2018 tenhamos uma aliança renovada e mais forte nas eleições estaduais.

Do vice-prefeito Manoel Júnior, reafirmando sua crença de que PMDB, PSDB e PSD caminharão juntos nas eleições do próximo ano.

Há fumaça

Romero Rodrigues (Campina), que colocou seu nome para disputar governo em 2018 pelo PSDB, negou intenções políticas na visita ao presidente da Câmara de João Pessoa, Marcos Vinícius, aliado de Cartaxo.

Nem aí

A movimentação dos adversários não preocupa Ricardo Coutinho: “A grande discussão não vai ser fulano contra sicrano. A discussão de 2018 vai ser projeto, conjunto de ideias e ações, vai ser passado versus presente”.

Alerta do MPF

O diagnóstico do ex-secretário Francisco Sarmento de que o Eixo Leste da transposição não está concluído e que a vasão não é a prometida, foi confirmado pelo MPF, que em nota faz alerta sobre qualidade da água.

Problemas

O MPF diz que não há clareza nas informações quanto a vazão, que a falta de revitalização do rio Paraíba prejudica chegada das águas em Boqueirão e descarta fim do racionamento em Campina a curto prazo.

ZIGUE-ZAGUE

O ex-governador Sérgio Cabral negocia delação. Estaria disposto a revelar o que sabe sobre o Legislativo, o Judiciário e o Ministério Público do Rio de Janeiro.

O ministro Edson Fachin anunciou que libera este mês decisões sobre os 320 pedidos de Rodrigo Janot, a partir das delações da Odebrecht. Tudo de uma vez.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.