Início Geral

Aberta a sele??o de entidades para replicar tecnologias sociais na Para?ba

Começa a seleção de entidades interessadas em reaplicar tecnologias sociais para moradores de empreendimentos do Programa Nacional de Habitação Urbana (PNHU) na Paraíba. O edital aberto pela Fundação Banco do Brasil está com inscrições abertas até 27 de outubro.

Leia mais Notícias no Portal Correio

As organizações interessadas devem entregar pessoalmente ou enviar os documentos até às 18h do dia 27 de outubro. O envelope deve ser endereçado para a Comissão de Credenciamento da Fundação Banco do Brasil, no Setor Comercial Norte, Quadra 01, Bloco A, Edifício Number One, 10º andar, Brasília (DF), CEP 70.711-900.

A Paraíba é um dos estados que vai ser contemplado com a reaplicação de projetos ou metodologias de promoção do desenvolvimento social previstos pelo edital. São cinco tecnologias sociais previstas no credenciamento: ‘Transformando Realidades por meio da Mobilização e Organização Comunitária’; ‘Bibliotecas Comunitárias Vaga Lume’; ‘Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos e Agricultura Urbana – Revolução dos Baldinhos’; ‘Produção Agroecológica de Alimentos em Meio Urbano’; ‘Rede Criar – Joias Sustentáveis na Ilha das Flores’. Todas foram certificadas pela Fundação BB e estão no acervo do Banco de Tecnologias Sociais.

O objetivo da reaplicação das tecnologias sociais é trabalhar diversos aspectos entre os moradores atendidos pelo programa habitacional: mobilização comunitária em torno dos problemas locais para criar e fortalecer laços comunitários e interlocução com o poder público; educação financeira; conscientização para a gestão correta de resíduos sólidos (compostagem e reciclagem de embalagem plástica para a criação de bijuterias) com geração de renda; implantação de bibliotecas comunitárias para democratizar o acesso ao conhecimento e à cultura, além de fortalecer os saberes locais; produção agroecológica com o propósito de trazer segurança alimentar.

Entre as responsabilidades previstas para as entidades contratadas estão: implantar as tecnologias sociais nos empreendimentos por meio de atividades de capacitação, planejamento, monitoramento, avaliação e publicação das ações desenvolvidas; acompanhar as atividades e visitas técnicas das instituições idealizadoras das tecnologias sociais nos empreendimentos; elaborar, processar e sistematizar dados obtidos durante a execução do projeto; estabelecer um canal de diálogo com os moradores.

Os serviços prestados vão incluir ações como mobilização e recenseamento das famílias atendidas no PNHU e capacitação dos moradores em educação financeira.

Além da Paraíba, a execução das propostas ocorrerá também em outros 20 estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goias, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso do Sul, Minas Gerias, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.