Início Notícias

Ação do ‘novo cangaço’ acaba com morte na Grande JP

Um homem identificado como Deivisson Pereira, de 40 anos, morreu, na madrugada desta sexta-feira (8), após ser atingido por um tiro em Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa. Ele estava em um uber e foi baleado ao passar próximo a uma agência da Caixa Econômica Federal no bairro Tibiri, onde ocorria um roubo. Deivisson estava com a namorada, que não se feriu. O motorista do transporte também não foi atingido.

A agência foi invadida por criminosos por volta das 3h30. Houve um tiroteio no local e uma bala acabou atingido a vítima, que chegou a ser socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, mas morreu instantes depois. Ainda não se tinha detalhes sobre as circunstâncias do tiroteio até a publicação desta matéria.

A Polícia Civil diz que só soube do caso por volta das 5h45, quando a namorada de Deivisson Pereira procurou uma delegacia para relatar o ocorrido. O delegado que atendeu o caso informou que uma perícia foi solicitada para apontar o calibre da arma que atingiu o carro.

A Polícia Militar divulgou que atuou no combate à quadrilha, realizando perseguição e apreensões, mas não tinha informação sobre a situação dos disparos. Segundo a PM, os militares perceberam dois suspeitos em um carro estacionado às margens da BR-230, perto da entrada do bairro Tibiri. A PM foi abordar o veículo, mas eles começaram a fugir, tendo início uma perseguição que só parou em Bayeux, onde os criminosos fugiram.

“Ao perceberem que estavam cercados, os outros integrantes da quadrilha colocaram fogo em um outro carro, na entrada de Tibiri II, com objetivo de dificultar a prisão do bando, fugindo em seguida em direção ao bairro de Marcos Moura, também em Santa Rita. O Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate) fez uma varredura na agência, que teve ainda a frente e parte do acesso ao cofre explodidos, e apreendeu cinco bananas de dinamite que a quadrilha teve que abandonar para fugir”, divulgou a Polícia Militar.

Os policiais continuaram as buscas e, por volta das 5h30, foram encontradas malas com fardamento da Polícia Militar de Pernambuco, no bairro do Ernani Sátiro, em João Pessoa, e dois carros perto da entrada da cidade do Conde. A PM acredita que isso pode ser um indicativo de que a quadrilha seja do estado vizinho. O material apreendido foi levado para a sede da Polícia Federal, em Cabedelo. Nenhum suspeito foi preso.

Comentários

  • Pedro Gabriel disse:

    Apaguem essa matéria. Vergonha alheia. Não foi o novo cangaço que matou o vigilante. Vocês já sabem quem foi. A vítima morreu com três tiros nas costas. Não foi bala perdida. Foi com intenção. Se vocês não tinham os detalhes da operação, então, pra quê divulgar?

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.