Moeda: Clima: Marés:
Início Meio ambiente

Ação reúne voluntários para limpeza de praia na Paraíba; saiba como ajudar

Serão percorridos cerca de 1,7 km de faixa de areia. A previsão é de que a atividade dure três horas. A concentração será às 9h
Foto: Karlilian Magalhães/Acervo FMA

Voluntários e integrantes do Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho realizam, neste sábado (17), limpeza na praia Barra de Mamanguape. Serão percorridos cerca de 1,7 km de faixa de areia. A previsão é de que a atividade dure três horas. A concentração será na base da Fundação Mamíferos Aquáticos, às 9h.

Quem quiser participar, basta comparecer ao local no horário planejado. Recomenda-se o uso de protetor solar, boné, roupas leves e calçado confortável. Os voluntários também devem levar sua própria garrafa de água.

As pessoas que não puderem ir até Barra de Mamanguape terão uma outra oportunidade de ajudar a causa ambiental ainda neste mês. No dia 25, a ação de limpeza do projeto passa pela Praia de Ponta de Campina, em Cabedelo. A concentração será no Lovina Restaurante, às 9h30.

Todo o material coletado durante as ações será pesado e passará por gravimetria. Tudo será anotado. As informações serão encaminhadas para a Ocean Conservancy, que compilará o resultado de todos os voluntários do planeta e enviará para o banco de dados mundial da ONU.

Foto: Karlilian Magalhães/Acervo FMA

As atividades ocorrem em alusão ao Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias (21 de setembro), ação simbólica e totalmente voluntária que tem como principal objetivo sensibilizar e alertar a população para a importância do descarte correto de resíduos. A mobilização também visa provocar mudanças de atitude e gerar a reflexão sobre as consequências negativas que o lixo ocasiona no meio ambiente e como podemos minimizar ou anular tais impactos.

Estimativas apontam que até 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos. Um dado preocupante que precisa ser discutido todos os dias e é um dos grandes desafios da Década do Oceano (2021-2030). Muitos dos animais marinhos atendidos pela ONG Fundação Mamíferos Aquáticos apresentam problemas por terem interagido com o lixo. Alguns se machucam, outros confundem com comida e acabam ficando doentes e até morrendo.

Viva o Peixe-Boi Marinho

Foto: Luciano Candisani/Acervo FMA

Realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos, em parceria com o Programa Petrobras Socioambiental, o projeto é uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção da espécie no Nordeste do Brasil.

O ‘Viva o Peixe-Boi Marinho’ atua nas áreas de pesquisa, tecnologia de monitoramento via satélite, manejo, educação ambiental, desenvolvimento comunitário, fomento ao turismo eco pedagógico e políticas públicas. Na Paraíba, conta com o apoio da APA da Barra do Rio Mamanguape, Arie Manguezais da Foz do Rio Mamanguape e do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Monitoramento Ambiental da Universidade Federal da Paraíba (PPGEMA – UFPB).

Para acompanhar as ações e atividades do projeto, acesse o site www.vivaopeixeboimarinho.org ou o Instagram @vivaopeixeboimarinho.

Palavras Chave

Meio ambientePraias
publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.