Início Geral

Acidentes de trânsito lideram ações do Samu no 1º trimestre do ano na Grande JP

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fechou o primeiro trimestre do ano com 9.776 ocorrências atendidas na Grande João Pessoa. O número corresponde a 23% das 96.776 chamadas recebidas pela Central de Regulação Médica do órgão, que funciona no Centro Administrativo Municipal, em Água Fria, na Zona Sul da Capital, 24 horas por dia. Outros 40% foram ligações canceladas ou que não foram completadas. Os trotes representam 37%.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os acidentes de trânsito lideram as ocorrências com 1.163 casos. Em seguida, aparecem traumas neurológicos, com 631, e os psiquiátricos, com 606 ocorrências. A base do Samu, mantida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, recebe ligações de 60 municípios que compõem a Região Metropolitana, atendendo casos de urgências clínicas, traumatológicas, pediátricas, obstétricas e psiquiátricas, como explica a médica e coordenadora do Samu, Érika Rivenna.

“O Samu trabalha com a classificação de risco, mediante as informações repassadas e que poderá ser dispensado o recurso pertinente àquela complexidade. Por isso, é importante que quem ligar para o Samu não desligue antes de o telefonema ser repassado ao médico regulador e de responder as informações solicitadas por ele”, explica.

O Samu realiza os atendimentos em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. Para acioná-lo é necessário ligar para o número 192 e responder todas as perguntas realizadas pelo atendente e médico do serviço. Só assim será gerado o chamado para atender ao socorro.

Central de Regulação

Quando uma pessoa liga para o 192, quem atende a ligação é o telefonista auxiliar de Regulação Médica (TARM). A ligação é registrada e o profissional preenche o prontuário eletrônico com algumas informações, transferindo, em seguida, juntamente com o prontuário, para o médico regulador. Este faz perguntas ao solicitante complementando as informações referentes ao paciente/vítima. Com base na gravidade do caso, o médico autoriza ao Rádio Operador o envio da equipe ou orienta ao solicitante como proceder.

Equipe

Atualmente, o município de João Pessoa conta com quatro Unidades de Suporte Avançado (USA), sendo três para a Capital e uma para a Região Metropolitana, além de sete Unidades de Suporte Básico (USB) e sete motolâncias. Cada USA funciona com a equipe composta por médico, enfermeiro e condutor socorrista. Já na USB atuam o enfermeiro e o condutor socorrista. Na motolância trabalham um enfermeiro ou técnico em enfermagem.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.