Início Notícias

Ações prendem suspeitos de arrombar veículos e de tráfico

Dois suspeitos de terem envolvimento com um esquema de arrombamento de carros e roubo de equipamentos de som dos veículos foram presos, na madrugada desta terça-feira (23), no bairro de Tibiri, em Santa Rita. Segundo a Polícia Militar, eles atuavam em pelo menos quatro cidades da Grande João Pessoa.

Os policiais prenderam a dupla minutos após a prática de mais um crime, que teve como alvo o arrombamento do carro de um frentista, de onde subtraíram todo o equipamento de som. Com eles, foram recuperadas ainda baterias (uma de carro e duas de antenas de telefonia),  material que possivelmente era usado nas ações criminosas.

Os suspeitos foram apresentados na 6ª Delegacia Distrital, em Santa Rita, onde a polícia aguarda a chegada de mais vítimas, já que há informações de que os dois atuavam também nas cidades de João Pessoa, Bayeux e Cabedelo.

Apreensão de drogas

Também em Santa Rita, mas nessa segunda (22), a Polícia Militar apreendeu quase 100 pedras de crack com três adultos e um adolescente, no bairro Várzea Nova. O grupo, que é suspeito de atuar em crimes na localidade, estava com dois revólveres calibre 38. Os suspeitos foram detidos em frente a uma casa, após serem surpreendidos por militares que realizavam rondas. Eles tentaram fugir ao perceber a presença dos policiais, mas acabaram todos rendidos. O grupo foi levado para a 6ª Delegacia Distrital.

Mais armas apreendidas

Um revólver calibre 38 foi apreendido nessa segunda-feira com várias munições, pela PM em Cabedelo. A arma, de acordo com a polícia, teria sido usada para assaltar um taxista no bairro do Poço. O revólver estavam com dois jovens, de 20 e 17 anos. Eles foram levados para a delegacia da cidade.

Outra arma foi apreendida em Campina Grande, também nessa segunda. Durante blitzen no bairro da Liberdade, os policiais apreenderam uma pistola calibre 380 com um suspeito de 30 anos. O acusado estava na garupa de uma moto que faz o serviço de mototáxi. O mototaxista que pilotava o veículo também foi revistado e não foi encontrado com nenhum material ilícito. Ele disse que o suspeito, que falou que trabalhava como pedreiro, tinha pego uma corrida para o bairro da Liberdade e que não o conhecia. O preso com a arma foi apresentado na 6ª Delegacia Distrital, no bairro do Catolé, e autuado por porte ilegal de arma.

 

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.