Moeda: Clima: Marés:
Início Música

Alok consegue vitória na Justiça contra dupla de DJs

Decisão da 2ª Vara Cível da Comarca de Goiânia exige o retorno do clipe da música 'Un Ratito' ao YouTube em um prazo de 24 horas
Alok
Alok (Foto: Reprodução/Instagram)

Depois de ter o clipe de Un Ratito excluído do canal do YouTube, Alok conseguiu que a ação fosse desfeita. Segundo decisão da juíza Simone Monteiro, da 2ª Vara Cível da Comarca de Goiânia, a plataforma tem um prazo de 24 horas para disponibilizar o vídeo novamente. A informação foi confirmada por meio de nota da assessoria de imprensa enviada ao R7.

Leia também:

“O artista usou a Justiça para se defender e provar aquilo que tem dito nos últimos dias. A forma sumária como teve sua música Un Ratito retirada do seu canal do YouTube pela própria plataforma, sem nenhum tipo de comprovação por quem requereu a ação, foi devidamente reparada pela Justiça brasileira, que determinou o imediato retorno”, informou o comunicado.

A polêmica surgiu depois que, em uma denúncia à revista americana Billboard, o duo Sevenn, formado pelos irmãos Sean e Kevin Brauer, acusou Alok de não ter concedido crédito nem efetuado pagamento a eles por pelo menos 14 hits — entre eles, o single Un Ratito.

Nas redes sociais, Alok já havia rebatido e comprovado por meio de documentos todas as falsas alegações apontadas pela Billboard.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

Alok conseguiu importantes vitórias na Justiça brasileira. O artista usou a Justiça para se defender e provar aquilo que tem dito nos últimos dias. A forma sumária como teve sua música Un Ratito retirada do seu canal do YouTube pela própria plataforma, sem nenhum tipo de comprovação por quem requereu a ação, foi devidamente reparada pela Justiça brasileira, que determinou o imediato retorno.

Após o vídeo de Un Ratito ter sido removido do YouTube de forma arbitrária – já que apenas uma das partes foi ouvida, impossibilitando que o contraditório fosse realizado –, a juíza Simone Monteiro, da 2ª Vara Cível da Comarca de Goiânia, fez se exigir o retorno do conteúdo à plataforma. A decisão e o documento com a ordem judicial foram assinados, emitidos e enviados à Google Brasil, que tem o prazo de 24 horas para o cumprimento.

O caso veio a público após uma matéria publicada na revista Billboard alegar – mas sem apresentar nenhuma prova ou evidências concretas – que Alok não teria creditado o duo Sevenn em alguns trabalhos, entre eles Un Ratito. Nas redes sociais, Alok já havia rebatido e comprovado por meio de documentos todas as falsas alegações apontadas pela Billboard, incluindo aqueles que tratam de Un Ratito.

Com a volta, em breve, de Alok, Luis Fonsi, Lunay ft. Lenny Tavárez & Juliette – Un Ratito (Official Lyric Video) ao canal oficial no YouTube do artista, os fatos tomam lugar das especulações. A decisão também foi estendida às outras plataformas de streaming, a saber: Spotify, Deezer, Apple.

Palavras Chave

AlokMúsica

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.