Início Notícias

Aplicativo ajuda comunidade LGBTQI+ vítima de violência

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Coordenadoria de Promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial, em parceria com a Rede Gay do Brasil lançaram o aplicativo ‘TiaLu’, que é uma ferramenta de enfrentamento e prevenção à violência contra a população LGBT+ em toda Paraíba.

O objetivo é proteger esse público em situação de perigo iminente e denunciar a LGBTfobia. Apesar de disponível para ser usado, o aplicativo ainda está em fase de desenvolvimento e não foi achado na App Store para iOS. O download é gratuito e acessível nas plataformas de iOS e Android.

De acordo com o coordenador de Promoção à Cidadania LGBT, Roberto Maia, a iniciativa é inédita no País. “Não existe esse tipo de aplicativo no Brasil. Por enquanto, o ‘TiaLu’ estará disponível apenas na Paraíba, mas esperamos que ele se estenda nos demais Estados. Sabemos que grande parte da população ainda é vítima de violência. Infelizmente, o Brasil lidera o ranking mundial de assassinatos de pessoas LGBT e essa ferramenta poderá salvar vidas”, explicou.

Como funciona

Para usar o ‘TiaLu’, a pessoa baixa o aplicativo, cadastra dois contatos de familiares ou amigos e se o usuário estiver em situação de violência ou perigo iminente, basta acionar o botão de pânico. Feito isso, automaticamente será enviada uma notificação com um pedido de socorro para os dois números cadastrados com a localização da pessoa que está em situação de violência.

Homenagem

O aplicativo ‘TiaLu’ recebeu este nome em homenagem a Luciano Bezerra, um dos maiores representantes da causa LGBT na Paraíba e também fundador da ONG Movimento do Espírito Lilás (MEL), que faleceu em dezembro de 2018.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.