Moeda: Clima: Marés:
Início Recomendamos

Após fala de Jesus, jornal compara Flamengo a times portugueses

O desempenho do Flamengo na temporada atual tem colocado o time como umas principais equipes do mundo. Líder do Campeonato Brasileiro, finalista da Taça Libertadores da América, diante do River Plate, da Argentina, e um dos ataques mais goleadores do planeta, já tendo ultrapassado a marca de mais de 100 gols em 2019. Com um rendimento acima da média, as apostas já podem ser feitas em sites como https://apostasesportivas365.com na vitória do clube brasileiro.

Outro fator positivo é o comando do português Jorge Jesus no banco de reservas, que mudou o status do time brasileiro, unindo futebol taticamente sólido, exibições invejáveis e resultados positivos. A moda do “chutão” e do “ganhar por uma bola” passa longe da equipe rubro negra, amparada nas boas atuações de Gabigol, Arrascaeta, Bruno Henrique e Everton Ribeiro.

Por isso, o jornal A Bola, um dos mais tradicionais de Portugal, resolveu analisar o futebol apresentado pelo Flamengo e compará-lo às equipes do país.

A primeira análise que o periódico faz é financeira. “O clube passou por um processo de reestruturação nos últimos anos que lhe permitiu contratar craques do calibre de Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Filipe Luís, Diego, Gerson, Everton Ribeiro e Bruno Henrique, todos com nível de seleção brasileira, além do internacional uruguaio De Arrascaeta”, diz. A publicação aponta que a receita do time brasileiro no ano passado foi de 120 milhões de euros, quase R$ 500 milhões.

De acordo com o jornal, a receita ainda é inferior às dos três maiores clubes de Portugal: Sporting 122 milhões de euros, FC Porto 173 milhões e Benfica, com 193 milhões, fruto, principalmente, da venda de jogadores. Um exemplo disso é a negociação que envolveu o jovem João Félix, do Benfica, para o Atlético de Madri, vendido por  126 milhões de euros.

Como fator positivo para Flamengo está a bilheteira e os programas de sócios, responsáveis por 24,6% do faturamento do clube, número superior a Sporting (13,9%), Benfica (12%) e FC Porto (4,8%). Vale lembrar que o clube brasileiro tem a maior média de público do Campeonato Brasileiro, com 54 mil pessoas ao longo das 29 rodadas da competição. Com o quase sempre Maracanã lotado, o Flamengo supera o Porto (41.626)  e o Sporting (33.691), ficando atrás apenas do Benfica (53.824).

Ainda no aspecto financeiro, a maior fatia do orçamento do Flamengo veio de direitos de transmissão: 40,9% da receita total. Isso é algo bastante comum no futebol brasileiro. Ou seja: se o Flamengo conseguir vender melhor seus jogadores e continuar vencendo, em poucos anos ele será superior aos maiores clubes de Portugal.

Algo que pode ajudar o clube brasileiro nessa tarefa é a conquista de mais títulos. No Brasileirão, a vantagem para o Palmeiras tem variado entre oito e cinco pontos, faltando oito rodadas para o final da competição. Na Libertadores, a grande decisão, em Lima, no Peru, vai colocar frente a frente dois times vitoriosos. Pelo que tem mostrado ao longo do ano, o Flamengo é favorito diante do River na partida do dia 23.

Comentários

Ozeias de Paula disse:

Dirigindo o time rubronegro com competência, liderança e humildade, o Flamengo se destina à conquista pelos braços de Mister Jorge Jesus, cuja competência e trabalho, inspiram confiança e entrega aos jogadores, que sabem que para ser campeão tem que dar tudo certo.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.