Aprovados em concurso na PB questionam demora na convoca??o; gest?o explica

44
COMPARTILHE

Cinquenta e uma pessoas aprovadas no último concurso público feito em agosto de 2014 pela Prefeitura Municipal de Patos, no Sertão paraibano, a 320 km de João Pessoa, aguardam e questionam a prefeitura pelo fato de não terem sido nomeadas para os cargos nos quais foram aprovadas quase um ano após a realização das provas.

Leia também:

* Prefeitura de Patos abre 469 vagas com salários de até R$ 4 mil; edital do TRF deve sair dia 20

* Prefeitura da PB convoca 294 aprovados em concurso; veja lista de selecionados

A situação atinge aprovados nos cargos de enfermeiro plantonista do Samu, auxiliares de serviços gerais, vigilante e outros cargos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a jovem Marília Ferreira, de 21 anos, que é uma das pessoas concursadas que aguardam pela nomeação, a situação é complicada, já que ela esta desempregada e espera assumir o cargo desde janeiro deste ano.

“Fiz o concurso com a esperança de ser nomeada assim que terminasse a minha faculdade. Concluiu o curso de biomedicina, estava na expectativa de trabalhar e poder tentar uma especialização na minha área, mas isso não aconteceu”, disse Marília.

De acordo com Marília, ela e outras pessoas que passam pela mesma situação mantiveram reuniões com a secretária de Administração de Patos, Edjane Araujo, para tentar estabelecer uma data para nomeação, mas as promessas de convocação não foram cumpridas.

“Eu e outros colegas fomos até a secretária e a primeira data dada por ela foi 30 de março deste ano, mas isso não aconteceu. Estivemos com ela outras vezes e a última data estabelecida foi 30 de junho, mas também não fomos chamados. A alegação é de que o município tenta se adequar financeiramente para nos convocar, mas a situação é complicada porque passei no concurso, confiei ser chamada em pouco tempo e estou desempregada, sendo ajudada pelos meus pais. Quero apenas que meu direito seja respeitado e que eu possa trabalhar”, afirmou Marília.

Prefeitura diz que chama concursados até agosto

Segundo a secretária de Administração de Patos, a demora na convocação do restante dos concursados se dá por conta de uma adequação financeira feita pela prefeitura, para que os novos funcionários sejam absorvidos no quadro efetivo sem que o orçamento seja estourado.

“Convocamos 294 concursados, no mês de janeiro deste ano, porque tínhamos orçamento e necessidade de pessoal urgente. Fizemos outras convocações e restam ser chamados 51 concursados para cargos na Administração e enfermeiras plantonistas do Samu”, disse a secretária.

Com relação aos enfermeiros, Edjane Araújo relacionou a não convocação por mudanças promovidas pelo Ministério da Saúde com relação a necessidade desses funcionários dentro de viaturas do Samu.

“O Ministério da Saúde estabeleceu algumas mudanças quanto aos enfermeiros plantonistas do Samu e isso atrasou a convocação, já que recebemos orientações da Procuradoria do Município para aguardar o desfecho junto ao Ministério da Saúde. Dezesseis dos 25 aprovados entraram na Justiça requerendo a convocação e a prefeitura achou por bem chamá-los logo. Então, outros seis enfermeiros estão aguardando”, contou Edjane Araujo.

Ainda segundo a secretária, a prefeitura estabeleceu o fim de julho e início de agosto como prazo final de convocação dos 51 concursados que ainda estão aguardando.

“Estamos promovendo ajustes financeiros e nossa ideia é de chamar todos os concursados que ainda restam entre o fim de julho e o início de agosto, para que eles possam apresentar as documentações necessárias e, enfim, assumirem os seus cargos”, finalizou Edjane.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas