Início Geral

Ap?s Patos, TRE aprova pedido de tropas federais para mais 2 cidades da PB

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba aprovou, por unanimidade, a solicitação de envio de tropas federais para os municípios de Pombal e Cajazeirinhas, no Sertão paraibano, durante a realização do segundo turno das eleições, que ocorrem no próximo domingo (26). Agora, a solicitação será encaminhada para avaliação do Supremo Tribunal Eleitoral.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O pedido de tropas federais foi feito pela juíza eleitoral substituta da 31ª Zona, em Pombal, Isabelle Braga Guimarães. Ela alegou que o contingente de policiais militares era insuficiente para atuar no dia do pleito. Segundo a juíza, existe um grande acirramento político na cidade, o que exige o reforço na segurança. Outro motivo alegado pela juíza foi a possível passividade da Polícia Militar diante de crimes eleitorais ocorridos no primeiro turno.

O juiz Breno Wanderley disse que o caso de Pombal é o mais preocupante de todos os pedidos analisados pelo TRE-PB.

“Muitos incidentes resultaram no próprio reconhecimento por parte da PM de suas limitações, assim como pedido de toque de recolher das coligações eleitorais e a manifestação do deputado estadual Janduhy Carneiro, que gerou um termo junto a Polícia Civil e que, posteriormente, foi encaminhado à Justiça Eleitoral. A cidade de Pombal e região possui um histórico de acirramento político, some-se a isto os ilícitos praticados e já detectados pela juíza. Por tudo isso entendo que é necessária a presença das tropas federais”, disse o juiz em seu voto.

O TRE já havia aprovado, por unanimidade, na tarde da última quarta-feira (15), a requisição de tropas federais para o município de Patos, também no Sertão do estado.Também neste caso, acontecendo a autorização do TSE, as tropas devem se apresentar ao juiz eleitoral no Fórum de Patos dois dias antes das eleições.

O pedido de tropas federais para Patos foi feito pelo juiz da 28ª Zona Eleitoral, Ramonilson Alves Gomes, que também alegou passividade da PM diante de crimes eleitorais ocorridos no primeiro turno das eleições.
 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.