Moeda: Clima: Marés:
Início Policial

Argentino suspeito de atropelar e matar servidor da Funjope se apresenta à polícia, em João Pessoa

Suspeito disse que teria cochilado no momento da colisão, ocorrida na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, em Tambaú, na Zona Leste de João Pessoa
Argentino
Central de Polícia de João Pessoa (Foto: Divulgação)

O motorista suspeito de atropelar e matar o servidor da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) Adriano Fidelis, no dia 1º de janeiro, se apresentou na Central de Polícia Civil, na Capital, nessa terça-feira (11). Segundo informações apuradas pela equipe de reportagem da TV Correio, a polícia revelou que o condutor é argentino e tem 46 anos.

Durante depoimento na Central de Polícia Civil, onde compareceu acompanhado por um advogado, o suspeito disse que teria cochilado no momento da colisão com a vítima, ocorrida na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, em Tambaú, na Zona Leste de João Pessoa.

Ainda no depoimento, o suspeito contou que havia passado a noite de Réveillon na Orla da Capital na companhia da namorada e estava se dirigindo ao local em que reside. Ele negou que tenha consumido bebida alcoólica na ocasião.

Ainda conforme os dados fornecidos pela polícia à TV Correio, o argentino vai responder pelo crime em liberdade por não ter antecedentes criminais, ter emprego e residência fixos e ter se apresentado à polícia espontaneamente.

O suspeito mora na Paraíba desde o ano de 2013 e trabalha em uma montadora de veículos localizada na cidade de Goiana (PE). O carro que ele conduzia no dia do atropelamento pertence a uma locadora de veículos.

Veículo conduzido pelo suspeito na ocorrência (Foto: Reprodução/TV Correio)

Palavras Chave

João PessoaPolicial

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.