Início Notícias

Associação faz ‘enterro simbólico’ de policiais em praia

Policiais civis fizeram, na manhã desta quinta-feira (18), uma manifestação no Busto de Tamandaré, em João Pessoa. Eles fincaram cruzes de madeira na areia da praia, em alusão à morte de profissionais no exercício da função.

A Associação dos Policiais Civis (Aspol) destacou que “policiais que podem morrer trabalhando e não conseguem se aposentar por conta das perdas salariais de 40%, e ainda são obrigados a tirar plantão, recebendo 1/3 da hora extra que deveriam receber”.

“Os policiais estão na rua, mostrando para a sociedade a situação a qual estão submetidos. Sofremos com a falta de respeito do governo que nos paga o pior salário do país e ainda nos faz trabalhar com um efetivo insuficiente, trabalhando por mais de três policiais, lembrando que existem mais de 700 policiais aptos à aposentadoria, mas não se aposentam, face às perdas salariais”, disse a presidente da associação, Suana Melo.

“Além disso, quando os policiais se aposentam, sofrem com perdas salariais que afetam diretamente toda a família, isso porque o policial não recebe através de subsídio, como é previsto na Constituição Federal e em Lei Estadual. Exigimos respeito aos profissionais da segurança, que tanto têm feito pela população e não são valorizados pela administração pública”, completou.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.