Atletismo quer ter delega??o recorde nos Jogos Ol?mpicos do Rio

26
COMPARTILHE

Considerada a modalidade mais nobre do programa olímpico por representar as origens gregas do evento, o atletismo exige índices internacionais para que um atleta tenha o direito de representar seu país nos Jogos Olímpicos. São 47 provas, entre masculinas e femininas, e simplesmente obter a marca não garante participação.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Cada atleta deve atingir o índice olímpico exigido pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF) para cada uma das provas olímpicas.

O prazo para a obtenção dos índices teve início em 1º de maio do ano passado e, para a maioria, a conquista das marcas olímpicas pode ser obtida até a data limite de 3 de julho. A exceção fica por conta das provas de maratona e marcha atlética 50km, cujo prazo vai até 6 de maio.

Até o fim de dezembro, a CBAt contabilizava 40 atletas com índices olímpicos para 45 provas. São 22 representantes no masculino e 18 no feminino.

O plano de metas para os Jogos Olímpicos do Rio ainda não está definido. A CBAt pretende estabelecer os parâmetros a partir do instante em que a delegação estiver definida.

Por se tratar de um esporte com múltiplas provas a confederação prefere que cada atleta, com seu treinador e clube, trace seus planos. Cabe à confederação dar o apoio logístico.

Na história dos Jogos, o Brasil já conquistou 14 medalhas no atletismo. Foram quatro ouros, três pratas e sete bronzes. A expectativa é de que o Brasil conquiste pelo menos duas medalhas no Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas