A?ude ganha ?gua e tr?s cidades da Para?ba t?m racionamento reduzido

18
COMPARTILHE

O manancial Lagoa de Matias, localizado no município de Bananeiras, a 141 quilômetros de João Pessoa, estava quase seco, mas aumentou o volume para 57% da capacidade e fez com que o racionamento em três cidades e mais três distritos fosse diminuído.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), os municípios de Belém, Caiçara e Logradouro e ainda os distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga, foram os beneficiados com o aumento da oferta hídrica do Lagoa de Matias proporcionado pelas mais recentes chuvas caídas na região.

O Lagoa de Matias tem capacidade para armazenar 1,2 milhão de metros cúbicos de água e, após as chuvas, passou a contar com 706 mil metros cúbicos a mais.

Com isso, a população que estava recebendo água durante cinco dias a cada 15 dias, passou a partir desta segunda-feira (6) a contar com águas nas segundas, terças, quartas e quintas-feiras.

Além da melhora hídrica proporcionada pelas chuvas, a Cagepa informou que, até o fim do ano que vem, a população desses três municípios poderão contar com abastecimento feito através de adutora que está sendo construída para levar água do manancial de Canafístula I, em Pirpirituba.

A adutora terá seis quilômetros de extensão, conforme a Cagepa. O açude Canafístula I já abastece as cidades de Pirpirituba, Sertãozinho, Duas Estradas, Serra da Raiz e Lagoa de Dentro. A capacidade do manancial é de 4,6 milhões de metros cúbicos, mas hoje ele está com cerca de 17% da capacidade.

Apesar dos municípios que ele abastece também estarem passando por racionamento, a adutora irá garantir alternativa de abastecimento, em caso de colapso nas três cidades abastecidas pelo manancial Lagoa de Matias.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas